Deu no New York Times.

New York TimesA frase do título ficou celebre após a exibição do filme “Tanga – deu no New York Times?” (1987). Escrito e dirigido por Henfil (1944-1988), um dos maiores cartunistas brasileiros. Narra a história de um ditador de um país miserável que tem 99% de analfabetos na população. A imprensa é totalmente censurada e as únicas informações são provenientes do diário “The New York Times”. E apenas um exemplar é permitido neste país, e só o general pode lê-lo.  Grupos guerrilheiros lutam contra o general-ditador e contra outras facções para adquirir a raridade impressa. O conhecimento é poder.

Henfil fez uma paródia refinada da recente ditadura brasileira. A imprensa era censurada. A população paupérrima e analfabeta. No lugar de notícias vinham receitas de bolos, “niver” de um obscuro coronel, esporte, festas e conquistas. A mídia que restou era comprometida com o ideário golpista.

Caso alguém brasileiro quisesse se inteirar dos reais acontecimentos da pátria teria que recorrer a jornais estrangeiros, principalmente o “The New York Times”. Endeusado, aqui, pelo grupo que se apoderou do poder.

Crítico veemente da ditadura, corajoso, dono de uma linguagem mordaz, fina e sarcástica.  Criou personagens imortais. Graúna, os fradinhos Baixim e Cumprido, Bode Orelena, Ubaldo, o paranoico, O nordestino Zeferino.

Eis alguns exemplos de suas tiras ferinas.

henfil-refrigerantehenfil-chuvahenfil-salariohenfil-trombadinhaAgora, hão de perguntar: por que se lembrar do Henfil neste momento? Respondo: além de ser um prazer falar sobre ele, é porque o Brasil está prestes a viver um caso semelhante à do filme.

Para sabermos o que pensa, quais os projetos e qual a opinião do homem que governou o Brasil de 2002 a 2010 teremos que recorrer novamente, e quase exclusivamente, ao “The New York Times”.

Luiz Inácio Lula da Silva escreverá um artigo mensal sobre políticas públicas, sociais e econômicas para a agência de notícias do jornal norte-americano. E, eventualmente terá sua coluna publicada no jornal impresso.

Infelizmente, aqui no seu país, ele é totalmente censurado, massacrado, vilipendiado e caluniado sistematicamente pela imprensa hipócrita-hegemônica.

Parcela reacionária dirá: é que eles não sabem quem é este homem, por isso irão publicá-lo.

Outros responderão: é o contrário, eles sabem quem é este homem, por isso irão publicá-lo.

E eu digo: é que eles (a mídia) querem que acreditemos que acreditamos no que eles acreditam. Espero que não.

Que ironia da vida. E que visão do grande Henfil. Viva sempre nos seus personagens, e nos nossos corações.henfil-foi este

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s