A lógica ilógica das manifestações do dia 11

abaixoomonopolioEla foi e ligou a televisão. Sintonizou na Globo. Passava o Jornal Nacional. Apenas ela prestava atenção nas reportagens. Num dado momento disse:  Olha só que absurdo!  Incontinente, os que estavam na sala prestaram atenção. O repórter mostrava o momento que alguém passava dinheiro a alguns manifestantes.Balançando a cabeça negativamente reprovava a atitude.

Outro falou:  são uns oportunistas. Pegaram  carona nas recentes passeatas. Um terceiro personagem afirmou categoricamente: esse pessoal dessas centrais faz isso sempre, se referindo ao pagamento.

Depois disso, cada um foi voltou à sua rotina carregando as verdades globais como absolutas. Elas, que momentaneamente estavam na sala, simplesmente aceitaram a matéria como fato consumado.

Ou seja, em questão de 1 minuto houve um desfile de reacionarismo, falta de informação, de reflexão e demonstração de como a mídia, no caso a Globo, consegue manipular pensamentos.

É assim mesmo que a mídia se comporta. Pegam um fato isolado e o transformaram em geral. Ou alguém acredita que todos receberam dinheiro para estar na rua?

Ela em nenhum momento pensou que poderia ser uma armação. Não, nunca. Para ela a Globo é honestíssima. Imparcial. E justa. Mesmo que tenha sido pega sonegando imposto. Abrindo empresas em paraísos fiscais, para se livrar de pagar tributos sobre a transmissão da copa. Que o processo na receita federal tenha sumido. Que a funcionário que sumiu com a dita cuja tenha sido condenada por corrupção.  Que os jornalistas da Globo foram pegos armando para cima dos manifestantes. Que o grito nas ruas seja: “fora rede globo, o povo não é bobo” ou “a vida é dura, a globo apoiou a ditadura”.  Nada disso importa, afinal a Globo não noticiou em nenhum momento estes eventos. Então, para essas pessoas não é verdade, é injúria.

Para o outro ser  não importa que em um primeiro momento a Globo tenha chamado os manifestantes do Movimento do Passe Livre de baderneiros, para logo em seguida se retratar e alça-los à condição de  cidadãos politicamente conscientes. Que a Globo cooptou para si as manifestações, a tal ponto de os manifestantes serem chamados de “meninos da Globo”. Para essas pessoas não importa saber que passeatas e gritos por direito acontecem a todos os momentos. Quase mensalmente. Que o MST, os índios, os sem tetos, os desprivilegiados, os sindicatos classistas, os injustiçados briguem pelos seus direito. Não, nada disso este ser consegue concatenar. Para ele as passeatas só são aquelas que a Globo quer que seja: O acorda Brasil. Para ele os oportunistas são politiqueiros. Corruptos e bandidos. É assim que a Globo tratou os indignados do  dia 11.  Para este ser humano não importa se estas manifestações tenham sido marcadas há muito tempo, a Globo não passou esta informação. Para ele as ruas tem dono. Ninguém mais pode se manifestar.

Para o terceiro só  se dispõem a se manifestar na rua quem recebe dinheiro. Exceto os fascistas, adolescentes imberbes e classe média em geral. Ele mesmo não saiu porque não recebeu o combinado. Ninguém tem consciência de classe.  Afinal a Globo mostrou com todos os pixels o pagamento aos manifestantes. Agora, de  onde ele tirou esta informação de que isto sempre acontece é que são elas.

Nada importa para quem não quer acreditar. Nem a história de quinhentos anos de opressão. Nada disso importa.

Talvez seja o ingênuo quem questione a mídia. Realmente a Globo tem razão. Os irmãos Marinhos. Os Frias. Os Mesquistas. Tenham razão. O mundo era muito melhor sem  o Lula, sem a Dilma. Sem os partidos progressistas. Para a mídia essas pessoas não tem valor. Só atrasaram o crescimento do Brasil.  Nós estaríamos bem melhor.

Essas pessoas podem reverter o quadro. 2014 está aí.

Ah! Ia esquecendo não da para eleger outro porque o povão ignorante não deixa. E devido a bobonice do povão o bando vai continuar no poder, não é verdade? Aliás, o plebiscito também não pode ser feito porque o povão não consegue entender.

Então, se é para elitizar, vamos elitizar de vez. Revivendo Platão: governo dos sábios. Só vota e pode ser eleito quem é da USP. Abaixo disso ninguém tem capacidade de discernimento, o que acham? Abaixo as Fapones.

Anúncios

Uma resposta em “A lógica ilógica das manifestações do dia 11

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s