A espionagem e o prejuízo para a educação e para saúde.

brasil e a espionagemA espionagem americana perpetrada contra o Brasil e, em particular, contra a presidenta Dilma não tem como lastro a preocupação contra atos terrorista, seja cibernético ou real, mas sim fundo  econômico.

E ficou evidente o acerto desta afirmação quando do anuncio de que a PETROBRAS também sofreu bisbilhotagem.

Mais indignado tem que ficar a nação brasileira e mais aviltada Dilma Rousseff.

Estamos em processo do leilão dos direitos de exploração do pré-sal.

Considerada a maior descoberta de petróleo dos últimos tempos, o Pré-Sal está avaliado em aproximadamente 60 bilhões de barris. É uma fortuna considerável, principalmente quando se leva em conta que 57% da energia consumida no mundo  ainda é dependente do gás e do óleo fóssil.

Portanto abocanhar essa abundância energética é estratégia geopolítica para os norte-americanos. Não duvidem, eles farão de tudo para conseguir por as garras nesta riqueza, usando todos tipo de armas.

Além dos tradicionais atos de corrupção e de tentativas de influenciar pleitos eleitorais, colocando alguém de sua confiança e alinhado com seus interesses no poder, agora partiram para métodos mais ortodoxos, ou seja, o modo “Marta Hari” de agir, espionando e coletando informações privilegiadas para conseguir o objetivo maior: ficarem mais ricos e poderosos.

E o governo Barack Obama, através de CIA e da NSA, fará tudo que estiver ao seu alcance para ajudar seus conterrâneos. Fornecendo todas as informações necessárias, adquiridas durante anos de espionagem, para beneficiar suas empresas exploradoras. Certo?

Felizmente não temos como presidente da república uma pessoa com o perfil entreguista de Fernando Henrique Cardoso, autor da teria da dependência. Nossa em relação aos irmãos do norte. Ou, em outras palavras, submissão total aos EUA.

Dilma emitiu nota sobre a desfaçatez de Obama: “Mais uma vez, vieram a público informações de que estamos sendo alvo de mais uma tentativa de violação de nossas comunicações e de nossos dados pela Agência Nacional de Segurança dos EUA. Inicialmente, as denúncias disseram respeito ao governo, às embaixadas e aos cidadãos – inclusive a essa Presidência. Agora, o alvo das tentativas, segundo as denúncias, é a Petrobras, maior empresa brasileira. Sem dúvida, a Petrobras não representa ameaça à segurança de qualquer país. Representa, sim, um dos maiores ativos de petróleo do mundo e um patrimônio do povo brasileiro.

Assim, se confirmados os fatos veiculados pela imprensa, fica evidenciado que o motivo das tentativas de violação e de espionagem não é a segurança ou o combate ao terrorismo, mas interesses econômicos e estratégicos.

Por isso, o governo brasileiro está empenhado em obter esclarecimentos do governo norte-americano sobre todas as violações eventualmente praticadas, bem como em exigir medidas concretas que afastem em definitivo a possibilidade de espionagem ofensiva aos direitos humanos, a nossa soberania e aos nossos interesses econômicos.

Tais tentativas de violação e espionagem de dados e informações são incompatíveis com a convivência democrática entre países amigos, sendo manifestamente ilegítimas. De nossa parte, tomaremos todas as medidas para proteger o país, o governo e suas empresas”. Texto extraído do blog da presidência, portal “brasil.gov.br”.

Entendo, pelo que está dito, que só resta cancelar e rever os contratos de licitação. E proibir a participação de empresas americanas.  Tipo a inescrupulosa e altamente poluidora CHEVRON.

O Brasil não sabe o tamanho da abelhudagem.

E tem mais, a espionagem não é só a digital, denunciado por Edward Snowden. Há multinacionais americanas, contratadas por empresa públicas brasileiras, que não passam de braço da CIA.

Travestidas de consultorias ou de firmas de auditorias, elas trabalham livremente nas estatais coletando todo tipo de informação, inclusive as confidenciais.  A Booz-Allen, contratada nos anos 90 para dirigir as “reformas governamentais” está sobe forte suspeita de espionar para os americanos, segundo Carta Maior.

Anular o que está em andamento representa um grande atraso para o país, ou para qualquer um. Principalmente porque a lei que destina os royalties para a educação e saúde acaba de ser sancionada por Dilma Rousseff. E agora como fica?

P. S. Abaixo uma explicação do que seja  Royalties. Pois, assim como eu, deve haver mais pessoas que não sabem ao certo o que significa essa palavra.

Então, aí vai:  Royalties é uma palavra de origem inglesa que se refere a uma importância cobrada pelo proprietário de uma patente de produto, processo de produção, marca, entre outros, ou pelo autor de uma obra, para permitir seu uso ou comercialização. No caso do petróleo, os royalties são cobrados das concessionárias que exploram a matéria-prima, de acordo com sua quantidade. O valor arrecadado fica com o poder público.

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s