Aécio Neves perdeu porque deixou FHC falar .

urnaO PSDB não aprendeu nada com a derrota nas urnas. Imaturos na convivência democrática, não aceitam o resultado .

Alucinados pela volta à presidência dão corda aos lunáticos, fanáticos, “coxinhas” da direita golpista. Se não se unem a eles declaradamente, também não os reprovam. “Deixa estar, pra ver como é que fica”, não é mesmo?. 

Quem sabe não sai um impeachment. Quem sabe diante do caos os militares intervenham e entronizem o Aécio. Quem sabe um atentado contra a vida de Dilma ou do Lula. Quem sabe o congresso pressionado… Quem sabe o TSE… Quem sabe o STF… Sonham os tucanos.

Parece loucura? Mas alguém espera outra coisa dos filhotes dos Bolsonaros, do Malafaias, dos Lobãos, dos Rogers,  das Sheherazades, do Dados Dolabela e de tantos outros, que não esses descritos acima?

É lastimável a omissão dos tucanos diante de passeatas pedindo intervenção militar.

Perderam totalmente a noção de suas origens e de quanto o país necessita de dirigentes maduros e comprometidos com os valores republicanos.

A democracia brasileira vive sob a espada de Dâmocles.

Aécio Neves deveria vir a público e falar não ao golpismo.

No entanto fica em silêncio. Põe fogo e espera.

É mal perdedor, age igual criança mimada a quem lhe tiram o brinquedo. Chora. Reclama. Faz birra. Xinga. Esperneia. Exige: “Eu quero a presidência”. Não importa os meios ou as consequências.

Não é de se estranhar tal atitude. Pela primeira vez na vida viu um dos seus desejos não realizados. Está em estado de choque, pois, sempre teve tudo o que quis, na hora que quis, sem ter mérito ou precisar trabalhar. Bebeu da fonte do mandonismo. Casa grande e senzala.

Ainda não digeriu os resultados das urnas. Pede recontagem, auditoria e o que mais sugerirem. Incentiva as patéticas manifestações.

Mas compreendo seu inconformismo.

Tinha toda a mídia a trabalhar por ele. A Veja então, nem se importou em mentir descaradamente. A revista tornou-se o “Boi-de piranha”, eco da imprensa hegemônica.

Marina Silva, Malafaia, com seu exército de evangélicos, a família do finado Eduardo Campos, o PSB, abandonando o discurso socialista, todos o apoiaram.

Então, o que aconteceu?

Deve estar se perguntando: mesmo com tudo isso, por que é que perdi?

Quem procura razão pela derrota e não olha o próprio umbigo está atirando para o lado errado.

Aécio Neves perdeu porque levou o FHC para o palanque.

Perdeu porque deixou essa mistura de Ofélia ,“só abro aboca quando tenho certeza”, com a Magda, do extinto Sai-de-Baixo, falar.

FHC chamou de ignorante quem votou ou vota na Dilma. Simplesmente ofendendo mais da metade da população brasileira.

Jogou os indecisos no colo do PT. E uma semana antes da votação sumiu. Como disse certa vez Romário sobre o Pelé: calado é um poeta. O mesmo vale para o Fernando Henrique Cardoso.

Ao menos o Neves poderia ter inquerido ao Serra e ao Alckmin porque eles esconderam o FHC durante suas  campanhas  à presidência.

A prepotência não deixou.

No entanto, a males que vem para o bem.

FHC, sem querer, salvou o Brasil dele mesmo.

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s