PT interpela criminalmente Aécio Neves no STF.

ruifalcaoComo quem fala o que quer, escuta o que não quer, o PT interpelou, junto ao STF, criminalmente o moço Aécio Neves, e senador da república quando dá, ou em edições extraordinárias.

Afirmar que perdeu as eleições – novamente o mesmo assunto- para uma “organização criminosa” não poderia ficar sem uma resposta séria.  O nobre parlamentar, nas horas vagas, terá que apresentar provas de sua afirmação.

Extraído do site pt.org.br

PT interpela criminalmente Aécio Neves no STF

Presidente do partido protocolou solicitação nesta quarta. Para a legenda, senador cometeu crime de difamação

 

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (3), uma interpelação criminal contra o senador e candidato derrotado nas eleições presidenciais, Aécio Neves (PSDB), por ter chamado o PT de “organização criminosa”.

O tucano fez a declaração em entrevista transmitida pelo canal “Globonews”, no sábado (29). “Na verdade, eu não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras patrocinadas por esse grupo político que aí está”, acusou o tucano.

De acordo com o pedido ao STF, é preciso conferir, de fato, qual partido político Aécio teria comparado a uma organização criminosa. Ainda segundo o documento, se confirmado que o senador falava sobre o PT na entrevista, se configura o crime de difamação.

Na ação, movida pelo Diretório Nacional, o PT afirma que a acusação do senador não agride apenas ao partido, mas também todo o sistema representativo e a democracia.

“Todos sabem da verdadeira história do Partido dos Trabalhadores, da verdadeira história da agremiação de pessoas, cidadãos e cidadãs que se uniram para alcançar enormes avanços sociais e aprimorar mecanismos de combate à corrupção”, diz o documento.

Além disso, o partido relembra que o termo “organização criminosa” foi definido por lei aprovada no governo da presidenta Dilma Rousseff. A Lei 12.850/2013, além de definir o termo, ainda dispõe sobre a organização crimina, os meios de obtenção de provas e cria mecanismos de combate ao crime organizado.

“A lei que define organização criminosa e cria mecanismos para o seu combate foi resultado do esforço comum dos partidos políticos PT, PSDB e demais partidos políticos; o que evidencia a importância das agremiações políticas que não podem ser acusadas e ofendidas de forma gratuita”, diz o partido. Por Mariana Zoccoli.

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s