Assim como não existe meio grávida, meio doente não existe meia democracia.

Assim como não existe meio grávida, meio doente não existe meia democracia. Ou ela é um todo ou é tudo, menos democracia.

Por isso é urgente que os braços democráticos atinjam todas as áreas da sociedade.

Pois senão vejamos.

Temos uma mídia que pôs toda sua máquina de ”fazer doido” a trabalhar diuturnamente na construção de um golpe de estado.  Martelando 24 horas por dia, 7 dias por semana nas nossas cabeças: o governo federal não presta, o PT inventou a corrupção, antes de Lula e Dilma o Brasil era um paraíso, nada do que fazem é aproveitável, o Brasil vai virar uma Venezuela, os governos do PSDB do são uma maravilha, a Petrobrás tem que ser vendida, não a reforma política, Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, é o “cara”, no Brasil se paga muitos impostos e por aí vai.

O juiz Sérgio Moro, do caso lava-jato, propondo: “atribuir à sentença condenatória de primeiro grau, para crimes graves em concreto (sic), como grandes desvios de dinheiro público (sic), uma eficácia imediata, independentemente do cabimento de recursos” (Estadão 29/3/15). Traduzindo: a pessoa ficaria presa imediatamente, mesmo cabendo recursos.  (inconstitucional)

O Procurador Geral da República, Ricardo Janot, solicitando permissão para usar provas ilícitas em alguns tipos de processo. (inconstitucional)

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovando a redução da maior idade penal. (inconstitucional)

O presidente do PPS, Roberto Freire, apresentando um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) estabelecendo o parlamentarismo no Brasil, após o governo Dilma. (casuísmo político, semelhante ao pré-golpe de 1964).

O senador e presidente do PSDB, Aécio Neves, com seu comportamento “menino mimado”, espalha fofocas, cria fatos, lança dúvidas sobre a vitória de Dilma Rousseff. Alimentando com isso movimentos que pedem o impeachment da presidenta e intervenção militar. (antidemocrático).

A Polícia Federal, com seus delegados “aecistas” envolvidos nas investigações da operação Lava Jato, não se porta de modo republicano. (antidemocrático).

Então como se percebe por essas estupidezes a democracia brasileira é claudicante. Frágil. Ou, adaptando uns versos do poeta,  a democracia “é como uma gota de orvalho numa pétala de flor, qualquer oscilação cai, numa lágrima de dor”.

E o regime democrático está assim porque as autoridades instituídas ou se mostram fracas ou compactuam com os loucos. A Constituição Federal esta sendo vilipendiada.

Cabe ao governo federal, às instituições e aos democratas agirem de maneira firme para que esses sabotadores do país não destruam o que foi conquistado com muito sangue e suor.

E a única maneira de garantir o regime democrático é levar democracia a esses meios. Despoluí-los de ódios e ganancias, ungidos artificialmente. Torna-la plena de justiça social, econômica e política.

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s