Os manifestantes, diferentemente do Temer, não traem. Diferentemente do Cunha, não roubam.

não vai ter golpe já tem lutaAs manifestações de hoje contra a tentativa de golpe foram amostras grátis do que pode acontecer se caçarem 54 milhões de votos.

Não são baderneiros, marginais, vagabundos, desocupados. PTistas ou comunistas.

Nem tão pouco bolivarianos, venezuelanos ou marcianos.

Não foram treinados em Cuba, na China ou na Rússia.

Se fizeram na lida do dia-a-dia. No sofrimento. No esquecimento.

O de não ter trabalho. O de não ter terra. O de não ter o que vestir. O de ser invisível.

De ter filhas e filhos sem sonhos.

Do presente marcado ao futuro desenhado.

De ser melequento, barrigudo, olhudo. Desnutrido. Desassistido.

Sem educação. Sem infância. Sem alegria.

Dos casamentos precoces.

Da vida de bicho. Da escuridão.

Do acordar. Do caçar comida. Do ganhar miséria.

Da humilhação. Do desprezo. Da despedida. Da saudade.

Da violência. Da doença.

De ter vinte. Aparentar cinquenta.

Do choro escondido. Da dor de não ter vivido. Do funeral perdido.

Lula e Dilma lhes trouxeram esperança. Lhes proporcionaram dignidade. Lhes deram valor. Um valor que nem sabiam que tinham.

E agora combatem o bom combate. O de manter as conquistas. Ameaçadas pela turma do golpe.

Eles, diferentemente do Temer, não traem. Diferentemente do Cunha, não roubam.

São cidadãos brasileiros lutando contra o golpe de estado. Sua vontade, sua consciência nasce do reconhecimento. Da lealdade. Algo que passa longe do entendimento da turma da bandidagem.

Iremos para rua. Diremos não ao golpe.

Podemos apanhar. Mas iremos bater.

Não vai ter golpe. Já tem Luta.

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s