A PEC 241 não congela o Brasil. Apenas 90%. Os outros 10% ficarão bem aquecidos.

volta-queridaA dita PEC do Fim do Mundo não congela o Brasil por 20 anos. Não todo, apenas 90 %.

Os outros 10% continuarão se locupletando com dinheiro público.

Por exemplo: Temer concedeu aumento aos juízes, Dilma havia negado. Claro, foi antes da PEC, porém o govermo golpista sabia o que estava por vir, ou não?

As verbas publicitárias de Maio a Agosto aumentaram em média 50 % em relação ao mesmo período do ano passado.

Não podemos esquecer que a mídia, tendo a Globo como carro-chefe, patrocinou o golpe. O lixo chamado Veja ganhou sobrevida. E agora o PIG apresenta a fatura.

Os juros da dívida pública serão pagos normalmente. Nada de congelamento para abutres, especuladores, financistas, rentistas e banqueiros. Justamente a parte improdutiva da nação.

Resumo da ópera, serão 190 milhões de pessoas batalhando para que poucos continuem comprando iates, aviões, carrões e mansões.

De certo modo, os traidores/golpistas/canalhas restituíram a estrutura escravagistas. Sem o onus de sustentar o escravo. Tá no sangue desses pulhas. Ô FHC, tome vergonha na cara!

A PEC 241 ou qualquer outra medida que atente contra o povo brasileiro é mentira. Das mais estúpidas e escabrosas.

É engana trouxa. Toda vez é essa mesma ladainha: estamos em crise.

Oras, vivemos num estado permanente de crise economica. Verdadeira ou não.

A elite sempre usa essa desculpa. Crise, crise, crise. Música de uma nota só.

Estamos em crise e precisamos de dinheiro, certo?

Então, porque esse governo golpista está vendendo o direito de exploração do pré-sal?

Pré-sal, riqueza avaliada em 20 trilhões de dólares. Maior descoberto de petróleo, de excelente qualidade, das últimas décadas.

Se a Petróbras ficasse com os 30%, como estava previsto no governo Dilma, o país teria, em caixa, 6 trilhões de dólares. Fora outras participações. O PIB do Brail é de 1,6 trilhão.

Me chama o Freud e a mãe dele.

Outra vez, o Brasil precisando de dinheiro e o governo dos golpistas tira a participação de uma das maiores empresas de exploração de petróleo do mundo da exploração da maior reserva de petróleo do mundo, e ainda por cima a reserva é do próprio país de origem da descoberta, é isso?

A única quem tem tecnologia de exploração em águas profundos. Aliás, tecnologia, premiada mundo afora.

A Petrobrás está quebrada. A empresa não tem capacidade.O governo tem mais o que fazer. Tudo isso, ou qualquer outra desculpa, é mentira. E sabe por que é mentira? Porque os golpistas são uns patifes!

Esses usurpadores só olham para próprio umbigo. É só venha a nós, vosso reino, nada!

E se isso não basta para convencer que o golpe foi dado para desmontar as conquistas dos últimos anos, percebam que os marginais nunca falam em taxar as grande fortunas, nunca dizem que vão cobrar as grandes sonegações. Só a Globo deve 1bilhão ao fisco.

E aí como é fica?

Trouxa é quem acredita nesses golpistas.

Só há uma saída para acabar com a demolição do país: a Dilma voltar ao cargo usurpado.

Ela tem legitimidade para acabar com essa putaria do Temer, da Globo, do Fernando Henrique Cardoso, do Aécio e de outros energúmenos.

Fora canalha. Volta Dilma.

E deixa o pau quebrar.

Anúncios

Lula, o povo brasileiro, mais do que nunca, precisa de sua liderança.

Dilma RousseffRomero Juca, senador (PMDB) foi bem claro: ou derrubavam Dilma Rousseff ou essa “porra” da Lava Jato iria pegar todos eles.

Temer disse que a Dilma caiu porque ela não aceitou o programa “Ponte para o Futuro”.

Aécio Neves sabotou a presidenta porque não aceitou a derrota. Além de molecão mimado.

Fernando Henrique Cardoso apoiou o golpe porque é um narcisista e a decrepitude bate em sua porta.

Cristovam Buarque disse amém ao impeachment porque a PEC 241 tinha que ser aprovada.

O STF participou da encenação do impeachment porque Dilma não deu o aumento pedido pelos ministros.

O PIG deu suporte ao golpe porque viu suas verbas e audiências diminuírem e o governo não tomou providências. Dilma não inibiu o acesso à internet, pelo contrário, incentivou o uso, dando-lhe mais poder.

A classe média bateu panela porque é velhaca, egoísta e assiste a Globo.

Procuradores, delegados e juízes apoiaram o golpe porque são vaidosos e preconceituosos.

Jornalistas do PIG trabalharam a favor da usurpação porque são sabujos dos patrões.

O congresso votou a favor do golpe porque a maioria dos parlamentares têm rabo preso, são corruptos e extremamente conservadores.

Os EUA apoiaram os golpistas porque querem as riquezas do Brasil. A submissão do Brasil. O comércio do Brasil.

As pessoas que mais ascenderam com o governo Lula/Dilma aplaudiram a derrocada da presidenta porque não houve preocupação do governo petista em explicar as políticas de inclusão. Deixou ao deus dará.

DIlma caiu porque não contou com o apoio dos trabalhadores pois, suas medidas neoliberais ecoaram como traição à classe.

Dilma sofreu o golpe porque não soube se comunicar. Ela tinha que falar, falar, falar e falar. Não criou um gabinete de crise. Se fragilizou, deixando seus inimigos crescerem.

Traída viu o Temer, o usurpador, tomar seu lugar.

E o cara está destruindo o país.

Está congelando os investimentos por 20 anos. Cortando verbas de programas sociais. Detonando com a CLT e, consequentemente, exterminando com os direitos trabalhistas. Sucateando a industria nacional. Amputando a educação. Implodindo o SUS. E entregando as riquezas brasileiras aos americanos.

Temer desconstrói uma nação.

Temos que pará-lo, imediatamente. Ou pagaremos caro pela nossa inércia.

Seremos julgados pela história.

Vistos por outros povos como uma população bovina e indigna.

As próximas gerações nos condenaram por termos sidos tão passivos diante da barbárie.

Nos resta a luta. Portestarmos contra esses abusos.

Aldo Fornazieri, professor da FESPSP, disse bem: a esquerda lembra Caim.

Temos que parar com isso.

E não fazermos manifestações pautados pelo governo Temer.

Estancar as maldades no nascedouro é preciso.

Um contra-golpe. Uma bandeira: Anulação do Golpe e a volta de DIlma.

É complicado, mas factível. O Duro é convencer as diversas correntes da necessidade do retorno da presidenta. Não há tempo para tanto.

A não ser que alguém com credibilidade e prestígio suficientes para costurar essa frente contra-golpista encampe essa ideia.

Lula, você é essa pessoa. Lidere esse movimento.

O povo que tanto você ama e te ama está abandonado. Desprotegido. Entregue a sanha assassina dos golpistas.

Vamos lutar contra o golpe?

 

José Dirceu, pedir clemência ao sádico, é o mesmo que pedir que nasça leite de pedra.

jose dirceu“Não se preocupe com a morte. A morte vem.

Se preocupe com a vida. É a vida que se vai”. Edison Brito.

 

Há seres humanos que atingem um certo patamar dentro da civilização que sua vida já não lhes pertence mais. São exemplos.

Sublimaram. Deles se esperam mais. Uma atitude, uma palavra, um gesto. Qualquer coisa.

Para os católicos, o santo. Para os budistas, o buda. Para os mulçumanos, os profetas. Para o candomblé, os orixás.

Para os nazistas, Hitler. Para os negros, Zumbi. Para os judeus, Moises. Para os cubanos, Che. Para os esquerdistas, Marx. Para os africanos, Mandela. Para os latino-americanos, Lula.

Pro bem ou pro mal, essas pessoas se destacam em tempos de crises profundas. E delas se espera muito.

Todas que citei agiram dentro do esperado.

Críticas sempre existem. Ninguém é perfeito. Mas se exige a perfeição.

E se exige porque, a elas, entregamos os nossos destinos e esperanças. Nelas nós nos projetamos. Nos enxergamos. E, principalmente, acreditamos.

São guerreiros. E dos guerreiros se espera que não fuja da guerra. A luta está no sangue desses seres.

A covardia não é admissível. A traição, então, jamais.

Você, José Dirceu, encontra-se nesse nível. Se não chegou tão alto, flertou com eles.

Então esperamos muito de sua pessoa.

Se pudesse conversar com você, Dirceu, perguntaria:

José Dirceu você se sente injustiçado?

Se sim, por que não luta contra?

Se não, por que não assume e evita desgaste maior dos que defendem as causas progressistas e democráticas?

Você sabe de sua importância histórica para outras gerações?

Você sabe que dizem que o Moro é sádico? Que é seu inimigo?

Tem noção da sua idade em relação ao tempo de vida?

Dependendo de suas respostas e atitudes ou será atirado no esgoto, ou será elevado ao círculo dos grandes homens.

O Moro prendeu o Cunha. Grande coisa! Não fez mais do que a obrigação.

eduardo cunhaO Moro prendeu o Cunha.

Grande coisa! Não fez mais do que a obrigação. O ex-deputado é um marginal comum.

A pergunta que se faz é: por que demorou tanto? Tava com medo do que, juiz de primeira instância? 

Será que o juiz de Curitiba tenta mostrar que é imparcial?

Será que com essa atitude ele pretende quebrar a defesa do Lula?

Se for não perca seu tempo e nem o nosso também.

Sei, aliás sabemos todos, que o Moro é parcial. Isso está no sangue dele. Não há quem tire. Tem raiva do PT, do Lula e da Dilma.

Contente-se em Ganhar alguns minutos no Jornal Nacional.

Não adianta colocar o Lula na mesma cumbuca em que coloca os seu canalhas favoritos.

Os brasileiros, não hipnotizados pela Globo, tem consciência da guerra de classes que se trava ultimamente no país, não cairão neste embuste grosseiro.

Mas sou daqueles que compartilham a ideia da “justificativa”. Débil justificativa.

Só que é o seguinte Moro: Lula não é ladrão, o Cunha é.

E o Lula é tão maior que o Eduardo Cunha que para justificar a prisão do ex-presidente, você, juiz de primeira instância, teria antes que prender FHC, Aécio, Temer, Gilmar Mendes, Aloysio Nunes, Serra, Alckmin, os 300 picaretas, Caiado, Cássio Cunha, os Marinhos e ao mesmo tempo se autoprender.

Diga-se de passagem: a somatória desses patifes não vale o dedo mindinho que o Lula perdeu.

Não há justificativa para prisão do Lula. O que há é ódio.

No entanto, creio que haverá a prisão, pois já vivemos num estado de exceção.

Caminhamos a passos largos para uma ditadura.

Lula, vamos à luta! Lidere o país, os golpistas estão exterminando o Brasil.

lula contra o golpe“A necessidade de um líder no qual o país possa acreditar

Jornal do Brasil

O Brasil precisa de um estadista, um líder, um ícone, no qual possa acreditar. Um líder que não tenha, ou não venha a ter, filhos protegidos por empresários. E que não tenha nenhum tipo de negócio pelo qual deva se justificar.

 

Sem esses requisitos, a velha frase de um antigo ministro do Supremo Tribunal Federal talvez volte à tona: “Quem se justifica não se explica, e quem se explica geralmente se atrapalha.”

 

Na quinta-feira passada (13), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou que 22,7 milhões de pessoas em idade produtiva estão sem emprego.

 

Esse impacto pode ser muito maior, já que uma única pessoa – o(a) chefe de família – pode ser a única empregada em uma família com pelo menos três membros. Logo, o desemprego não atinge apenas o desempregado, mas também aqueles que dele dependam.

 

Além disso, há alunos sem escola, hospitais sem remédio, ameaça de greve geral. Diante deste quadro, o que vai acontecer com esse país?

 

É fundamental que, antes que possa explodir um confronto, surja uma personalidade de referência. Pois um confronto sempre tem como consequência a ascensão de um líder sanguinário.

 

O Brasil precisa de um homem egresso da pobreza, que se ergueu sozinho, que seja conhecedor ou respeitador das leis, com atitudes firmes, assinando documentos sobre o Livro da Constituição, para que ela não seja mais desrespeitada.

 

Parece que esse homem existe, só é necessário que seus sentimentos patrióticos o impulsionem para comandar um país desesperadamente em crise e sem uma direção.”

 

Bia Dória revela João Dória.

biaBia Dória, mulher do futuro prefeito de São Paulo, João Dória, é uma digna representante das classes abastadas. Um jargão de pessoa.

Possui a maioria dos qualificadores que as distingue de pessoas ditas “comuns”.

Fútil, alienada, prepotente e ignorante.

Fala com uma naturalidade perturbadora sobre seus habitantes e locais da cidade.

“O Minhocão hoje para que serve? Quase nunca fui lá. É tipo um viaduto, né?”.

Sobre o parque Augusta. “Onde é isso? Não conheço. Imagina quem tem filhos no centro. Vão passear onde? Vou falar para o João que lá tem que ser parque.”

Se não conhece o centro de São Paulo, que fica pertinho de onde trabalha, imagine Capão Redondo, Campo Limpo, Cidade Tiradentes, Brasilândia, Heliópolis e outros bairros da periferia?

Esses lugares, na cabecinha dela, devem pertencer à África. Aliás, foi justamente o que fez, comparou Paraisópolis com a Etiópia.

Os tempos de filantropia acima de políticas inclusivas está de volta.

“Todos moravam em barracos e nem tinham dentes. Consegui casa para todos eles, dei dentes para eles, dei um plano de saúde bom. Hoje eles se sentem felizes, até se acham artistas porque são meus assistentes.”, comentando sobre seus funcionários.

E como para se mostrar em paz com deus, atua com falsa bondade.

“Eu me dou muito bem com pessoas mais humildes. Às vezes é só um aperto de mão, às vezes elas querem um abraço. É tão pouco o que elas querem.”

Tá bom, então é só isso que os pobres querem: um afago, um carinho, um sorriso, um aperto de mão. Desconfio que ela acha que somos cachorrinhos.

Bem, essa é a primeira dama de São Paulo.

É o mundo que vive. O Matrix, “Olha como a vida é bela no Instagram”.

Mas a dura realidade para 80% dos paulistanos é outra.

Bia se mostra por inteira, e se mostrando revela quem é João Dória Jr.

O João pertence a esta turma de sem-noção. ”Algum dia, quem sabe, todos os brasileiros vão poder usar Polo Ralph Lauren”.

Um cara é um gozador. Se faltava um Berlusconi no Brasil, eis aí um forte candidato.

Estamos ferrados.

” …porque com a escravidão não há patriotismo nacional, mas sómente patriotismo de casta ou de raça…”, Joaquim Nabuco.

lula_1maio03O Golpe só termina quando os golpistas finalmente destruírem o país .

O Temer taí, com sua fé canina está perpetrando todas as maldades possíveis.

Algumas delas.

Limitar os investimentos à inflação em áreas como educação e saúde.

Sociologia, filosofia, educação física e artes plástica serão matérias não obrigatórias no ensino médio.

Acabar ou diminuir com os direitos trabalhistas e terceirização das atividades afins. Fim da CLT.

Desindexação das aposentadorias ao salário mínimo. Limite de idade aos 65 anos, para homens e mulheres, urbano ou rural.

Estão vendendo a Petrobrás. E vão vender em troca de bananas. O presidente, o tal de Parente, está solto desmontando a empresa e desmerecendo-a ante os olhos dos gringos.

Estão dando nossas riquezas. Só o pré-sal avaliado em mais de 20 trilhões de reais, 5 vezes nosso PIB, será dado aos americanos. Fora os minérios e a água.

E o governo, por ser golpista, não deve satisfação à população, só ao capital estrangeiro. Seus mentores e idealizadores.

A Federação Única dos Petroleiros, apesar de toda pressão no congresso, foi derrotada. A maior descoberta de óleo já não é mais nossa. Adeus investimentos na educação.

Se continuarmos, nós o povo, a trabalharmos de forma isolada um a um os objetivos desse governo golpista serão atingidos.

A FUP, já citado acima, com todo seu poderio não fez nem cócegas nos parlamentares. Mandaram-na lamber sabão. Imaginem os mais fracos.

Todas as conquistas sejam elas sociais, culturais ou econômicas estão ameaçadas. Ameaçadas de morte.

Não podemos esperar que os golpistas ponham a mão na consciência ou ajam com imparcialidade ou lisura. São tempos difíceis.

” …porque com a escravidão não há patriotismo nacional, mas sómente patriotismo de casta ou de raça…”, Joaquim Nabuco.

Ninguém passa impune, quando atrocidades são cometidas.

Temos que trabalhar juntos. Conversar. Sindicatos, coletivos, associações, universidades, escolas e áreas cientes do prejuízo que terão. Agenda única.

Vivemos uma guerra não declarada. A direita contra a esquerda. Ou são eles ou nós.

A direita tem um símbolo, o DINHEIRO.

E a esquerda, qual seria esse símbolo? São tantos, que não somatória se transformam em nenhum.

A canalha vai destruir o país que concebemos. Brasil justo, democrático e soberano. Sem miséria.

Os trabalhadores das indústrias, comércio e serviço não podem se ausentar da luta pela democracia. Eles são uma força considerável.

Temos que exigir o retorno de Dilma Rousseff ao poder.É a única saída.

Se não veremos conquistas virarem pó. Junto com o país.