O que há de comum entre Alexandre de Moraes e o sargento Garcia do seriado Zorro?

sargento-garciaO que há de comum entre Alexandre de Moraes e o sargento Garcia do seriado Zorro?

A maneira como foram promovidos.

Antes de entrar em detalhes das semelhanças vamos relambrar episódios vividos por dois personagem. Um do mundo real e outro ficcional.

O Celular de Marcela, esposa do Michel Temer, foi clonado pelo hacker Silvonei de Souza. Este começou a chantagear os Temer exigindo 300 mil reais em troca do sigilo. Alexandre de Moraes, então secretário de segurança pública de São Paulo entrou no caso. Segundo a Folha de S.Paulo, em 40 dias resolveu o caso e prendeu o chantagista. No outro dia foi convidado a ser ministro da justiça. E agora será ministro do STF.

O seriado “Zorro” fez muito sucesso nos 60, 70. A criançada adorava o sargento Garcia, aqui me incluo. Era gordo, beberrão e comilão. Inépto com a espada. Montava mal. Vivia com as chaves da cadeia pendurada na cintura. Barba por fazer. Um Bonachão. Não queria problemas. Principalmente com o Zorro. Militarmente todo errado. Era responsável pelas cenas hilárias. Começou como soldado e foi promovido à sargento quando flagrou o comandante da guarnição, capitão Monastério, cometendo atos ilícitos.

Neste ponto é que possível se fazer a analogia.

Alexandre foi discreto na solução do caso. Mostrou ser de confiança. Ninguém ficou sabendo desse caso, até agora.

O que haveria de tão comprometedor no celular de Marcela?

Refaço as perguntas de Kiko Nogueira, DCM.

Eram retratos da intimidade dela? Do casal? (Deus é pai) Os emails tratavam somente de assuntos particulares?

Pois é, são perguntas sem respostas. Nunca saberemos. Mas que dão margem para especulações.

Assim como o sargento Garcia não levava jeito para ser militar, Alexandre não tem cacoete e perfil para ser um juíz. Ainda mais do STF, segundo a lenda, tribunal responsável e guardiã da Constituição.

Truculento, explosivo, partidário, fascista, antidemocrático. Transformou a PM paulista numa polícia violenta. E uma pessoa assim será responsável por decisões que afetam a vida de milhões de brasileiros.

Ah, ia me esquecendo!

Outra semelhança: os dois são atrapalhados.

A cena do Moraes cortando pé de maconha com facão ou declarando o desmonte de perigosa célula  terrorista durante as olímpiadas são mais engraçadas e ridículas do que qualquer outra protagonizada pelo nosso eterno sargentão, o Garcia.

 

Anúncios

Qual a sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s