31 DE AGOSTO. Um ano do golpe. Um lamento. Uma dor.

 

Sim, estamos próximos. 31 de agosto de 2016 a presidenta,  legitimamente eleita, Dilma Rousseff foi deposta. Há um ano atrás.

Um réquiem. Um Lamento. Uma dor.

 Não sei de suas lamúrias ou de suas dores. Mas a minha é grande. Nunca pensei  em presenciar um golpe. Um golpe tão, tão… chulé. Mas foi isso! Um golpe chulé!

O motivo foi chulé. Do nível dos golpistas.

A dor é grande, a tristeza imensa.

Vejo pessoas perdidas, sentidas, tristes no caminhar.  Alheias. Cabisbaixas!

Penso apenas no olhar. Então, olhemos, escutemos as angústias e as ignorâncias. As minhas ignorâncias.

O que nos resta? Lutar? Lutar sempre!  E agora? O agora é o tudo, meu amigo, minha amiga.

Vamos nos dar as mãos. Nos abraçar.

Azar de nossos irmãos coxinhas. Azar de quem nunca soube esperar.

A lamúria é pesada. E pesa no coração. E nos faz curvar. A espinha doer.  Não ver o céu. A terra. Mas na terra  tem vida, como disse Manoel de Barros, o poeta da felicidade.

 E de tanto usar o verbo “ser”,  esqueço do verbo “ter”.

Tenho força, tenho ânimo, tenho caminhar. Não, não!A minha filha merece ser quem eu sou.

Dia 31 de agosto, agora, temos um encontro. Você, eu, nós. Vamos lamentar o dia 31 de agosto de 2016.

A partir das 17 horas no vão do Masp. São Paulo. Paulicéia desvairada te espera. E sempre desvairada. Curare! cure a dor.

 

GOLPE: Um réquiem. Um Lamento. 31 DE AGOSTO.

31 DE AGOSTO. Um ano do golpe. Um lamento. Uma dor.

Anúncios

Por que a população está apática?

Porque só sofremos derrotas. Porque foi um golpe dado por vigaristas. Que fere a autoestima. Por que sofremos derrotas atrás de derrotas.

Não vai ter golpe! Teve!

O Brasil vai melhorar. O Brasil piorou.

O desemprego vai cair. Aumentou.

Não ao fim dos direitos trabalhistas. Fim dos direitos.

Não a terceirização. Sim a terceirização.

Não ao fim da aposentadoria. Fim da aposentadoria.

O pré-sal é nosso. O pré-sal é dos gringos.

Não ao fim da Petrobrás. A Petrobrás está agonizando.

Fim da construção do submarino nuclear. O sonho sobreviveu ao Figueiredo, Sarney, Collor, Itamar e FHC. Ganhou impulso do Lula e Dilma. E sucumbiu diante dos golpistas Michel Temer e Moro.

Fim dos Correios, da Caixa, do Banco do Brasil, da Infraero, da Eletrobrás.

Fim do FIES. Do PROUNI.

Fim do Minha Casa, Minha Vida.

Fim do Mais Médicos.

Fim do premiado programa Bolsa Família.

O judiciário prende a Mulher do Vaccari. Absolve a mulher do Cunha.

Persegue a Dona Marisa até a morte. Solta a irmã do Aécio.

Sérgio Moro acossa o Lula. E protege FHC, Aécio Neves, Serra, Alckmin, Aloysio Nunes, Agripino, Padilha, Moreira, Temer et caterva.

O STF tem que garantir a constituição. O STF ajuda a destruí-la.

Prende sem provas. Solta com provas.

Diretas, Já! Diretas, nunca!

Eleição sem Lula é Fraude. Vivemos uma fraude.

Disputa em 2018. Se 2018 houver.

Fora Temer. Temer fica.

O congresso virou feira de negócios. Corruptos. Canalhas! Canalhas! Canalhas!

Aécio Neves, a esperança. Aécio Neves, o gangster.

Porque a Globo golpista ajudou na má fama da política e dos políticos. Pôs no mesmo balaio ladrões e honestos. Todos corruptos e iguais. Ninguém acredita em mais ninguém.

Porque o PT abandonou as bases. Não esclareceu e politizou a população. Porque foi partícipe do jogo político podre.

Porque a elite é egoísta, mal caráter e hipócrita.

Porque a classe média é velhaca.

Porque os golpistas não vão entregar o poder.

Porque participaram do golpe a mídia, o congresso, o judiciário, os banqueiros, os grandes empresários, o executivo e os EUA. Desilusão!

Porque os líderes progressistas não estão brigando a boa briga.

Porque a pauta das lideranças é desgarrada dos anseios do povo.

Vamos parar o país se a Dilma cair. Dilma caiu e não pararam.

Porque o cidadão desconfia que a esquerda participou do golpe.

Porque estamos atônitos, bestificados e perdidos diante da virulência da destruição.

Porque os golpistas são surdos e insensíveis.

E finalmente porque sabemos que as manifestações e blá-blá-blas não surtiram e não surtem efeito.

O brasileiro cansou. A sua angústia e sua raiva estão represadas. Ele agora quer partir para ação. Mas a população só vai para rua se tiver quem os lidere. E não temos.

Será que seremos o Rock Balboa, do primeiro filme? Apanhamos, apanhamos e nossa única vitória é ficar de pé?

Se perdermos o tempo da revolta serão décadas de submissão, de humilhação, de surra e de subserviência. Até que um dia surja outra geração que se indigne com a falta de coragem e de vergonha na cara desses nossos tempos e reverta o golpe. 50 anos. 2067. Passa logo, não é mesmo?

Povo da Venezuela, Temer, o traidor, não tem moral nenhuma para censurá-los.

Povo Venezuelano, não leve em consideração o que este governo golpista brasileiro diz ou pensa sobre vocês. Não reconheceram a eleição para uma assembleia constituinte? Não faz mal, nossa CF é estuprada diuturnamente pelos golpistas. Não vale à pena a perda de uma noite de sono. O Brasil está a deriva. Sem rumo ou objetivo. O governo usurpador não é um governo nos moldes democráticos. Sem legitimidades eles se autoproclamam governo por, digamos, uma licença poética, pois na verdade o que temos aqui é um bando de criminosos dando ordens.

Muitos de nós não reconhecemos estes esbulhadores. Lutamos para restituir a democracia. A horda que se apropriou do poder é composta por seres abjetos. Não passam de uns vendidos, entreguistas, hipócritas, baba-ovos dos EUA. Então, quando a canalha os crítica recebam como um elogio.

Vejam se Temer e asseclas têm moral.

No Brasil recentemente sofremos um golpe de estado. Daqueles de arruinar a crença no ser humano. Tiraram uma presidenta honesta e colocaram um ladrão, um traidor. E sem o uso de armas, foi só “cós-cós-cós”. É difícil explicar. Mas foi isso que aconteceu. Agora somos “governados” por uma quadrilha de corruptos. Não há dia que não surja denúncias de bandidagens. O MIchel Temer, vice-presidente da república, traiu de forma vil a Dilma. Aquelas de dizer “até tu, Brutus”. O cara é inescrupuloso, se acha acima do bem e do mal, mas ele se esquece que ser bandido é uma coisa, ser traidor é outra totalmente diferente.

Ninguém gosta de traidores, admitem sua presença e seus maus hálitos até que completem o serviço sujo, depois… bem, a história conta o triste fim que tiveram os enganadores.

Se não sabem, aqui o golpe foi dado por uma súcia de vigaristas. Da pior espécie. E sabemos, cair no 171 é humilhante por si só. Mas não contentes em depor o governo legitimamente eleito, em retirar direitos, em acabar com a indústria nacional, em entregar nossas riquezas, em exterminar conquistas sociais eles nos esculacham.

O presidente traidor corrompe parlamentares na cara dura. Oferece banquetes na sede do governo. Segundo a imprensa, o traidor empenhou 17 bilhões de reais na compra de deputados para que votem contra a autorização da câmara para que o STF o processe por corrupção e diz que quem ganha com isso é o Brasil, tem cabimento?

Recebe criminosos na calada da noite. Faz conluiu com ministro do STF. Emplacou um seu ex-ministro da justiça no Supremo Tribunal Federal. Elevou um denunciado à condição de ministro de estado só para que este escapasse das garras da Lava Jato. E se dirige à mídia dizendo que nós compreendemos a situação, que da próxima vez irá trazer um puxador de aplausos e que a economia vai bem. É um desavergonhado.

Aqui no Brasil dizemos o seguinte: imagine se a Dilma fizesse isso, para contrapor o comportamento da população frente a esses descalabros e o que aconteceria se a mesma atitude tivesse partido do governo deposto, seria um Deus nos acuda.

Em 2015 o senador Aécio Neves, então presidente do PSDB, promoveu uma caravana para visitar a Venezuela. Conforme o mesmo o objetivo era denunciar as atrocidades cometidas pelo governo contra Leopoldo Lopez, líder da oposição ao presidente Maduro. E reclamou que foi hostilizado. Olhem só a qualidade moral dessa turma. Aécio Neves, Aloysio Nunes, Agripino Maia e Cássio Cunha Lima são acusados de corrupção. Aécio é o maior deles, gangster convicto foi pego em gravações falando sobre matar quem o delatasse e exigindo dinheiro do dono do maior frigorífico do Brasil, a JBS. Inconformado com a derrota sabotou Dilma Rousseff desde o primeiro dia. E voltaram cantando de galo, falando mal das autoridades venezuelanas. Chamá-los de cretinos, imbecis é pouco. Bandidos golpistas conspurcaram o solo de Simon Bolívar.

Os golpistas daqui trabalharam para que a Venezuela não assumisse a presidência do MERCOSUL. E conseguiram. Crápulas.

Então, povo da Venezuela, façam ouvidos de mercador. Não adianta esquentar a cabeça com gente de moral tão pequena. Sigam lutando. O Temer é seu inimigo. Se entregarem os pontos o resultado será muito pior.