A comissão de ética do senado acaba de arquivar o processo contra o Aécio Neves.

A comissão de ética, veja bem, a comissão de ÉTICA! do senado acaba de arquivar o processo contra o Aécio Neves. Motivo? Não há motivo para abertura do processo, segundo o presidente da comissão, João Alberto Souza do PMDB. Sarneyzista de carteirinha. Por aí se vê a qualidade do indivíduo.

Palavras do senador: “Decidi arquivar porque não achei elementos convincentes para processar o senador.”

“Me parece que fizeram uma grande armação contra o senador Aécio. Fizeram com que ele entrasse naquilo, inclusive, de acordo com a Polícia Federal. Eu não vejo motivo, não me convence, pedir cassação de um senador eleito por milhões de votos em função de uma armação feita com o senador.”

É um desaforo. Quem em sã consciência acredita no que esse cara fala?  Desculpas medíocres, esfarrapadas.

Evidentemente que a postura do parlamentar esta condizente com o acordo PSDB-PMDB. Blindem o Aécio e nós continuamos a apoiar o governo Temer.

Vamos falar sério pessoal.

Como acreditar que com um congresso composto por pessoas estúpidas, corruptas, com QI de amebas, com senadores e deputados caras-de-pau vão aprovar a PEC das Diretas Já?

Se você ainda acha que a força do povo pode reverter a postura de bandidos, então, você encontrou a solução para o tráfico de drogas. Não precisa tiros, caveirões, forças especiais, patrulhamento na fronteira.  Não precisa nada disso, basta protestar em frente à casa dos traficantes, e gritar ” chega de drogas” e aí o seus “Fernandinhos Beira-Mares”, condoídos, pararão com a venda de entorpecentes.

Não existe a mínima possibilidade do congresso e do traidor/golpista/ladrão Michel Temer chamarem por diretas. A não ser que a vitória dos representantes da criminalidade seja líquida e certa. Mas para isso terão que calar o Lula, fraudar as urnas, manipular os resultados, a Globo ativar o cérebro dos coxinhas e por aí vai.

Pra que complicar, se podem facilitar, não é mesmo?

STF, dia 21 teve protesto aí em frente. Os manifestantes gritaram pela democracia, pela anulação do impeachment e pela volta da Dilma ao poder. Ou vocês dão um ponto final nesta patifaria ou assinem o golpe e se locupletam com os marginais. A escolha é de vocês, senhores ministros.

Agora, faço um apelo aos grandes líderes: basta de embromação ou bom-mocismo. Chegou a hora de tomarem vergonha-na-cara. Chegou o momento de darem o braço-a-torcer e se juntarem ao movimento que pede anulação do golpe e exigir postura das autoridades.

Entretanto, se mesmo assim a justiça, um dos três poderes da república, não se sensibilizar e o golpe não for anulado nos resta o uso da força. Da desobediência civil. Ou podemos tomar rivotril.

Gente, vamos por um milhão, dois milhões de brasileiros na frente do STF e exigir, por meios legais, a volta da normalidade democrática. Se não der certo, então invadamos o congresso, o planalto e retiremos os criminosos à chute e a pontapés. Que opção temos diante desses descalabros? Bandido derrotado vira cachorrinho.

As gravações de Joesley, JBS, põem uma pá de cal no governo do traíra Temer. E de quebra afunda Aécio Neves.

As gravações, feitas por Joesley Batista JBS, das conversas de Temer e Aécio mostradas ontem , dia 17 de maio, no JN só reafirmam o que gande parte da população já sabe: Temer e Aécio são bandidos, comuns. E não são só eles. Há muitos outros. Aliás, a quadrilha de golpistas são marginais.

Dizer que a canalha está demitindo MT é pueril demais. Qual o motivo dessa demissão? O usurpador está cumprindo todas as determinações. Está acabando com a previdência, com a cultura, com o sistema de saúde, com a educação, com as grantias trabalhistas, entregando o pré-sal e outras riquezas aos americanos e de quebra destruindo a Petrobrás.

Oras, o Temer está sendo eficiente no que se propôs!

A leitura é outra. Além de passar por dinheiro e poder, é óbvio, o objetivo final é justificar a prisão de Lula e Dilma. Principalmente do Lula.

Lula já prometeu regulamentar a mídia. A Globo está com medo. Após décadas de linchamento do ex-presidente ele continua firme, forte e cada vez mais líder. A platinada não sabe mais o que fazer. Os seus funcionários, entre eles Moro, procuradores e delegados estão se mostrando fracos, perdido nas suas lambanças e incompetencias.

Sérgio “banestado” Moro ficou conhecido como o “não vem ao caso” porque quando os delatores citavam Aécio Neves e outros tucanos ele saia com essa pérola de frase. Eduardo Cunha foi impedido pelo “mussolini de curitiba” de delatar Termer, lembram-se ? Esse é o juiz imparcial. Os procuradores ingênuos e preconceituosos. Dallagnol não tem capacidade de mostrar que estava minimamente embasado em suas acusações “powerpointianas”. Fim de carreira. Ele que fique com suas convicções.

Com a volta do Lula a emissora vai perder muito do seu poder, se não for cassada. Demembrada, com certeza. Como há boatos de sua venda para o mexicano Slim, um dos homens mais ricos do mundo, os Marinhos temem de que o negócio seja inviabilizado. Quem vai comprar uma emissora que pode ser fechada em 2018 ou 2019? A Globo prepara a narrativa do golpe-dentro-do-golpe. A globo amacia a carne dos brasileiros para a prisão de Lula e Dilma.

A maioria dos cidadãos não cairá em mais esse engodo elaborada pela Globo. Não é entregando dois cadávares putrefatos, Aécio e Temer, que a prisao do Lula será justificada. A somatória de FHC, Alckmin, Serra, Aloysio Nunes, Dória, Aécio, Bolsonáro não chega aos pés do ex-metalúrgico em questão de caráter, competência, carisma e honestidade.

As diretas já com um congresso composto em sua maioria por marginais, escroques e corruptos é temerário. O STE presidido por um anti-lula declarado, Gilmar Mendes, não garante a lisura do pleito. E com a Globo continuando a mentir, omitir e manipular informações e a destruir seres humanos não é possivel estabelecer o mínimo de equilibrio entre candidatos.

Com o Luís Inácio Lula da SIlva solto os golpistas não deixaram as eleições ocorrerem. E se ocorrerem serão fraudadas.

Pior, claro, se for eleição indiretas. É o lixo do congresso escolhendo o presidente. Já viu no que pode dar, não é mesmo?

Dois pilares da república estão abalados, legislativos e executivo. Resta o STF. Os ministros têm em mãos o destino de uma nação de mais de 200 milhões de habitantes. Ou acaba com essa palhaçada, restituindo Dilma Rousseff ao poder, ou se atira de braçada neste mar de lama. E aí os militares, que Deus nos livre, assumem o poder.

Agora, é com o STF.

P.S.: Aécio Neves é daquelas pessoas que não deixam ninguém ser feliz. É um infeliz!

 

O pior brasileiro do ano.

aecioPublicado originalmente no site “diariodocentrodomundo.com.br, por Paulo Nogueira.

“Não faltaram candidatos fortes, mas é de Aécio, com folga, o título de Pior Brasileiro do Ano.

Aécio só não fez o que deveria fazer: trabalhar no Senado. Fazer jus ao salário e mordomias que os brasileiros lhe pagam.

Ele consumiu seu tempo em conspirações contra a democracia em 2015. Tentou, e continua a tentar, cassar 54 milhões de votos, sob os pretextos mais esdrúxulos, cínicos e desonestos.

Adicionou um novo e definitivo rótulo a sua imagem de playboy do Leblon, adepto de esforço mínimo e máximas vantagens: o de golpista.

Para tanto, andou sempre nas piores companhias da República. Esteve constantemente junto de Eduardo Cunha, que só não levou o título de Pior Brasileiro porque Aécio existe.

Aécio foi vital para que Cunha se sagrasse presidente da Câmara dos Deputados. Depois, quando já eram avassaladoras as provas de ladroagem de Cunha, Aécio armou um esquema de blindagem para que ele não respondesse por seus crimes. Tudo isso para que suas pretensões de golpista obtivessem sucesso.

Aécio protegeu, preservou Cunha. E assim contribuiu decisivamente para que ele chegasse ao fim do ano ainda na presidência da Câmara, o que representa uma tonitruante bofetada moral no rosto da nação.

Pode-se dizer que Cunha é filho de Aécio. São sócios no crime de lesa democracia.

Tanto ele fez que teve acabou recebendo uma resposta espontânea da sociedade. Fazia muito tempo que um político não era motivo de tantas piadas.

2015 foi o ano do Aécio golpista, e também o ano do Aécio piada.

Sua incapacidade patológica de aceitar a derrota se transformou em gargalhadas nas redes sociais.

Qualquer pessoa que caísse no ano, a piada estava pronta. Se o Mourinho cair, assume o Aécio?

Houve humor de outra natureza, também. Memes brotaram em profusão, dias atrás, depois da coroação equivocada como Miss Universo da candidata da Colômbia. Nestes memes, Aécio aparecia como a Miss Colômbia.

O que todos lembravam, ali, eram os escassos momentos pelo qual Aécio se julgou vencedor das eleições presidenciais de 2014.

Ele recebera já informações segundo as quais ganhara de Dilma, e armara uma festa em Belo Horizonte. A comemoração foi brutalmente abortada quando foram anunciados os resultados oficiais.

A imagem da decepção ganhou as redes sociais numa das fotos mais compartilhadas das eleições.

Tivesse grandeza de espírito, Aécio faria o básico. Ligaria para Dilma para cumprimentá-la e tentaria entender onde errou para corrigir os equívocos, eventualmente, numa próxima vez.

Mas não.

Da derrota emergiu um monstro moral, um golpista sem limites e sem pudor, um demagogo que provoca instabilidade no país e depois fala, acusatório, da instabilidade como se não fosse ele o causador dela.

Por tudo isso, e por outras coisas, é de Aécio o título de Pior Brasileiro do Ano.”

Aécio Neves e seu exército de Brancaleone, na Venezuela.

exercito-de-brancaleoneAécio Neves e seu exército de Brancaleone. Não tem como não compará-lo.

“O Exército de Brancaleone é considerado um clássico italiano, que retrata os costumes da cavalaria medieval através da comédia satírica. Na Itália recebeu prêmio de melhor fotografia, melhor figurino e melhor trilha sonora. É um filme inspirado em Dom Quixote, do espanhol Miguel de Cervantes. No enredo Brancaleone e seus homens enfrentam perigos como a peste negra, os sarracenos, os bizantinos e bárbaros, focalizando temas como as relações sociais do feudalismo …“ .

Tal como no filme, Aécio Neves, que tem atitudes de senhor feudal, maltrapilho  intelectual, lidera um grupo para livrar a  Venezuela do perigo “socialista” que assola o  “feudo”.  

O batalhão de Aécio/Brancaleone é composto pelos seguintes soldados:  Aloysio Nunes , Cassio Cunha Lima, José Agripino (DEM-RN), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Ricardo Ferraço, José Medeiros (PPS-MT) e Sérgio Petecão (PSD-AC).

No filme os seguidores de Brancaleone são um bando  ladrões. Já os dos tucanos são… Bem, puxem a “capivara” dos principais componentes da turma do  Aécio/Brancaleone pelo sítio http://jornalggn.com.br/noticia/os-defensores-do-impeachment-na-operacao-puxando-a-capivara, e verão a lamentável coincidência.

Lá, na película, os personagens enfrentam diversos perigos, já a tropa do Aécio/Brancaleone os oponentes são: o bolivarianismo, o comunismo, o socialismo, a ditadura, os desmandos e toda “perrela” de estupidez que esses ignaros podem vomitar.

O filme é imperdível, já o besteirol aecista/psdbista/golpista/ tragicômico é esquecível, de tão  idiotamente triste que é.

Pergunto: como deixam esse “pleiboi” livre destilando e desfilando excrecências? Como o FHC/Serra/Alckmin/Renan permitem que esse sujeito envergonhe o congresso do país?

Certo é, que a cúpula dos tucanos desejam queimar essa patética figura do Neves, mas, por favor,  não coloquem na mesma fogueira o nome do Brasil. Já é suficiente que o Fernando Henrique Cardoso tenha esse comportamento destrutível.

O senador nunca disse ao que veio. Está sempre por aí a tecer o impeachment da Dilma.

Não se tocou, mas o neto do Tancredo perdeu grande oportunidade de continuar sua cruzada predatória quando o TCU deu prazo de 30 dias para que Dilma se manifeste e explique as contas de 2014. Poderia estar por aqui (aqui digo, praias do Rio de Janeiro) vociferarando seus excrementos pelo senado.

E, diferentemente do fim do filme, a turma de parlamentares saiu da Venezuela com o rabo entre as pernas. Reclamando de tudo e de todos.

A tentativa de criar casuísmo morreu na ignorância de seus mentores e componentes. Chegar e falar que Dilma sabia, só podia ter como nascedouro a mente doentia deste senador.

Faço pequena retificação: talvez a  melhor comparação, individual, do Aécio Neves seja com Barão de Munchausen, de tão lunático que é.  A diferença está na maldade, o Barão não tinha.

E lá está agora a presidenta a arrumar a “cagada” do bando Aécio/Brancaleone.

Aécio e turma não sejam, pelo menos, covardes.

Aécio Neves em mais uma denúncia envolvendo a navegação aérea.

aecio neves 1O grupo Globo, através do site da revista Época, fez denúncia contra a pessoa do histérico/mimado/inconformado Aécio Neves, líder do projeto “Fora Dilma”. Um milagre. E, ainda por cima, o jornalista a deu uma cutucada no senador. Outro milagre.

Escreve o repórter Leandro Loyola:

“Senador Aécio usou helicóptero do governo de Minas para escapar de engarrafamento”

O senador tucano Aécio Neves voou em helicópteros do governo de Minas Gerais por cinco vezes para se deslocar em Belo Horizonte e pegou carona num avião – também do governo – para viajar da capital mineira até Brasília. Os passeios começaram logo após Aécio deixar o governo de Minas e se estenderam até 2012. Aécio diz que está tudo dentro da normalidade. Ao menos ele não voou até o aeroporto em Cláudio – aquele que foi desapropriado em seu governo nas terras do tio dele. 17/04/15

Aécio, preste atenção no recado da mídia embutido na notícia:

Senador pare com essa loucura! Deixe de ser “moleque”. O senhor não vai conseguir dar o “impeachment” na Dilma, isso é coisa pra gente grande e tarimbada no mundo do golpismo. Deixe que a mídia cuide disso.

Inúmeras vezes mandamos esse recado. Mas parece que o senhor não entende. Ou o ódio está lhe cegando.

Por favor, antes de iniciar a explanação, não vá imaginando que o senhor foi abandonado por nós da mídia. Que cortamos o apoio, ou algo parecido. Não, não é isso! Jamais, volto a repetir, jamais esqueceremos as verbas milionárias despejadas na imprensa enquanto governador. A gratidão é o mais nobre dos sentimentos, já disse alguém, que não me lembro agora. E também não vem ao caso.

Outra coisa, o grupo Globo não abandonou o projeto ”golpe”. Como pode notar, estamos diuturnamente desconstruindo a imagem de Lula, do Dirceu, da Dilma, do Haddad e do PT. Mais do que isso, só se passarmos do limite da irresponsabilidade. Não concretizamos ainda o golpe porque falta um delator com “culhão”, no caso Lava Jato, pra envolver diretamente o Lula. E cá entre nós, mesmo com o simbolismo do premio “Faz Diferença” o Sérgio Moro não deslancha. O que ele tem de exibicionista, lhe falta em inteligência…

Mas voltemos ao assunto principal: o recado por trás da notícia.

Continuando. E falando francamente. Publicamos este “furo” para lembrar-lhe que lhe falta o principal para derrubar o governo Dilma, ou seja: moral.

Se realmente esqueceu este pequeno detalhe estamos te lembrando. Quem tem telhado de vidro não atira pedra no quintal alheio, certo?

Pois é, no afã de derrubar a qualquer custo a presidenta o nobre congressista vai acabar inviabilizando candidaturas com muita mais chance do que a sua de chegar ao poder. Geraldo Alckmin, José Serra e Marconi Perillo estão na boca. E antes que chore, sabemos que eles também têm telhado de vidro. Estão atolados até o pescoço na lama de falcatruas. No entanto eles são sutis, ardilosos, dissimulados, obedientes e calmos. Sabem o momento de atirar.

Você não. É tão atabalhoado que só lhe restou esse bando de fascistas ressuscitados para liderar. E um Lobão aqui, e outro acolá. São esses lunáticos que clamam por sua presença nas passeatas. Alias, manifestações essas que estão morrendo, apesar de todo nosso esforço de reportagem.

E agora como vai agir? Vai pedir intervenção militar? Tirar a roupa na avenida? Fazer “selfie” com a PM? Empunhar cartaz escrito em “ingres”: USA, SALVE US OF THE COMUNISM?

Bem, senador conforme-se com a derrota: o senhor é carta-fora-do-baralho. E reze pra não ser preso. A coisa tá feia pro seu lado. Mesmo nós da mídia, escondendo e manipulando informação a seu respeito, não podemos salvar o seu pescoço eternamente: sossega o facho.

A praia no Leblon está liberada para o banho. Por favor, não leve sabonete.

O recado está dado: pare! Imediatamente.

PT interpela criminalmente Aécio Neves no STF.

ruifalcaoComo quem fala o que quer, escuta o que não quer, o PT interpelou, junto ao STF, criminalmente o moço Aécio Neves, e senador da república quando dá, ou em edições extraordinárias.

Afirmar que perdeu as eleições – novamente o mesmo assunto- para uma “organização criminosa” não poderia ficar sem uma resposta séria.  O nobre parlamentar, nas horas vagas, terá que apresentar provas de sua afirmação.

Extraído do site pt.org.br

PT interpela criminalmente Aécio Neves no STF

Presidente do partido protocolou solicitação nesta quarta. Para a legenda, senador cometeu crime de difamação

 

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (3), uma interpelação criminal contra o senador e candidato derrotado nas eleições presidenciais, Aécio Neves (PSDB), por ter chamado o PT de “organização criminosa”.

O tucano fez a declaração em entrevista transmitida pelo canal “Globonews”, no sábado (29). “Na verdade, eu não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras patrocinadas por esse grupo político que aí está”, acusou o tucano.

De acordo com o pedido ao STF, é preciso conferir, de fato, qual partido político Aécio teria comparado a uma organização criminosa. Ainda segundo o documento, se confirmado que o senador falava sobre o PT na entrevista, se configura o crime de difamação.

Na ação, movida pelo Diretório Nacional, o PT afirma que a acusação do senador não agride apenas ao partido, mas também todo o sistema representativo e a democracia.

“Todos sabem da verdadeira história do Partido dos Trabalhadores, da verdadeira história da agremiação de pessoas, cidadãos e cidadãs que se uniram para alcançar enormes avanços sociais e aprimorar mecanismos de combate à corrupção”, diz o documento.

Além disso, o partido relembra que o termo “organização criminosa” foi definido por lei aprovada no governo da presidenta Dilma Rousseff. A Lei 12.850/2013, além de definir o termo, ainda dispõe sobre a organização crimina, os meios de obtenção de provas e cria mecanismos de combate ao crime organizado.

“A lei que define organização criminosa e cria mecanismos para o seu combate foi resultado do esforço comum dos partidos políticos PT, PSDB e demais partidos políticos; o que evidencia a importância das agremiações políticas que não podem ser acusadas e ofendidas de forma gratuita”, diz o partido. Por Mariana Zoccoli.

Não há surpresa nos pronunciamentos raivosos de Aécio Neves.

aecio-teen13-1170x687Convenhamos, o senador Aécio Neves está necessitando de tratamento psicológico. Emocionalmente abalado, vive fora da realidade. No mundo dele a campanha para presidente está a todo vapor. É o terceiro turno. Ou o golpe, travestido de impeachment da presidenta.

Inconformado, de cada dez declarações, onze tem como objetivo deslegitimar a vitória de Dilma Rousseff. E quando não está municiando os golpistas desaparece do senado.

O tom agressivo do senador surpreendeu muitas pessoas, entre elas, Cid Gomes, governador do Ceará, que chegou a afirmar não “reconhecer Aécio”, para ele, sempre educado e aberto ao diálogo.

Será que realmente foi uma surpresa?

O senador é o típico caso do filho de rico que sempre ganhou tudo de bandeja. Mimado, nunca precisou trabalhar.

Em seu blog Paulo Moreira Leite, excelente jornalista, relatou um pouco do pensamento de Aécio adolescente.

Fevereiro de 1977, Aécio tinha 17 anos.

Como tantos jovens brasileiros de sua condição social, naquele ano Aécio foi cumprir um programa de intercambio escolar nos Estados Unidos”.

Middlebush,  Nova Jersey. “A, a presença de um jovem brasileiro logo se tornou motivo de atração. Com direito a foto e tudo, Aécio foi parar nas páginas do FranklinNews-Record, pequeno jornal da região, que na edição de 24 de fevereiro de 1977 publicou uma pequena reportagem a seu respeito”

Na matéria, Aécio expressou várias observações sobre a vida social brasileira.

“Falando sobre a condição feminina no Brasil, Aécio disse, conforme o Franklin-News, que a vida das mulheres é fácil no Brasil. Segundo as palavras de Bob Bradis,  Aécio lhe disse que as mulheres brasileiras  não tem necessidade financeira de trabalhar, e podem passar a maior parte de seu tempo na praia ou fazendo compras.

Falando da vida doméstica, Aécio disse: “todo mundo tem uma empregada ou duas; uma para cozinhar, outra para limpar.” Falando de sua rotina dentro de casa, no Brasil, assinalou outra novidade: “Eu nunca fiz minha própria cama.”

Sobre o carnaval, disse Aécio.  “É a melhor época do ano.” E  “a única época em que a classe baixa e a classe alta se reunem.”

Perguntado sobre seu próprio futuro, disse que “… provavelmente acabaria entrando na vida política, como seu pai, que era deputado pela Arena, o partido de sustentação do regime militar, e seu avô, que era um dos principais líderes do MDB, partido da oposição civil”.

Visão totalmente deturpada da realidade brasileira. Afastado do convívio de seus conterrâneos.

Deixa a vida me levar. Virou político.

Não havia, até então, perdido uma eleição. Aí, amigos, é fácil ser educado, cordato, democrático e aberto ao diálogo.

É nas dificuldades que se conhece a pessoa, os seus valores e sua dignidade.  E esse rapaz se mostrou incapaz de conviver com a derrota.

Na visão de senhor de senzala, a democracia está aí para servi-lo, e não ao contrário.

O senador, se sensato fosse, esperaria mais quatro anos, trabalhando arduamente para as próximas eleições. Mas para quem “nunca arrumou a própria cama”, trabalhar é difícil. Esperar, então? Nem se fala.

Fora os familiares, se algum “amigo” ainda tem consideração por Aécio Neves, ajude-o. Tentem salvar o ser humano, porque o político está indo esgoto abaixo.

Fica um lembrete:  senador, para quem fala tanto do avô, nunca um ditado foi tão verdadeiro: “pais ricos, filhos nobres, netos pobres”.