Lula só será salvo do aniquilamento se houver eleições diretas.

Após a condenação sem provas do ex-presidente Lula o lorpa do Moro confisca seu dinheiro e bens, deixando-o à míngua.

Do jeito que foi feito o arresto aparentemente o “banestado” Moro se arrependeu da própria sentença e quis mostrar aos seus cupinchas que tem o que todos sabem que não tem: competência, coragem e equilíbrio.

Acontece muito com pessoas inexperientes ou maldosas. O sujeito realiza uma tarefa de forma atabalhoada, amadora e com displicência. Quando confrontado, percebe a “burrada”. Correndo, tenta concertar. Aí é tarde demais.

É o caso do mussolini de Curitiba. Como explicar que o “chefão da quadrilha”, maior corrupto surgido nos úlimos 500 anos pegou 9 anos, enquanto outros, tipo José Dirceu e o almirante Othon Luiz Pinheiro, tiveram penas bem maiores? A conta não fecha. A emenda ficou pior que o soneto.

Não importa o montante confiscado, a atitude do juíz fala por si só. É um chicaneiro, conforme Eugênio Aragão.

Bom, mas isso é discussão para juristas e homens da lei.

O que transparece para o cidadão comum é que os canalhas não descansarão enquanto não verem o Lula aniquilado. Não importando os meios utilizados.

O Estado, usurpado pela quadrilha, fez o que jamais poderia fazer: declarar guerra a um único cidadão.

A direitistas velhacos sabem que Luiz Inácio Lula da Silva é o úlimo obstáculo que os impede de assumir o comando definitivo da nação, de implantar o projeto ultra neoliberal. Ele é a consciência a persegui-los. E por isso desejam destruí-lo de modo definitivo. Preconceito, raiva, ódio acompanham cada gesto dos fascínoras.
Não estão conseguindo. Calcularam que seria fácil. Erraram, feio! Lula está vivo e forte. E cada vez mais líder nas pesquisas de intenção de votos. E o PT tem a preferência do eleitorado, para desespero dos fascistas.
Mas, sabem como é que é: “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. Lula é o Lula porém as forças democráticas tem que apoiá-lo e protegê-lo neste momento de crise política, institucional.

E de que forma podemos ajudá-lo?

Saindo às ruas. Protestando. Não dando trégua ao golpismo. E, questão fundamental, exigindo eleições diretas. O mais rápido possível. O tempo é inimigo da democracia.

Pois, Lula eleito é garantia que as maldades impostas ao povo será desfeita. E não só isso, o ex-presidente terá 4 anos para “preparar” uma nova liderança ligada às esquerdas com reais chance de ganhar um futuro pleito eleitoral. Algo que, convenhamos, poucos podem conseguir.

Existem dois caminhos para as eleições. Via congresso ou STF.

Se for através do congresso este terá que aprovar uma PEC que permita eleições antecipadas.

E se for pelo Supremo este terá que julgar um mandado de segurança impetrado pela defesa de Dilma solicitando a anulação do impeachment e a consequente recondução dela ao poder. A Dilma Rousseff voltando terá que chamar imediatamente eleições, resguardando Lula do aniquilamento, e enquanto isso ela desmonta o projeto de entrega do país. Processa os golpistas. E restabelece o Estado de Direito.

Lembrando, os ataques que a população vêm sofrendo procedem de vários pontos então devemos também diversificar os embates.

É urgente gritar pela anulação do golpe, por diretas, exigir o julgamento do MS pelo STF e assinar a ação popular que pede a volta de Dilma ao cargo de presidenta. O Brasil é maior que qualquer picuinha.

Anúncios

Lula será candidato à presidente nas eleições de 2018. Se eleições houver!

lula-em-campanhaLula será candidato a presidente nas eleições de 2018. Se eleições houver!

Que bom!

Porém, em vez de ficar plenamente satisfeito, fico apreensivo. Nada a ver com medo. É dó!

Dó do Lula, de sua família, de seus amigos e de nós, que acreditamos num país democrático, justo e igualitário.

Ele, sem dúvida alguma, é o favorito.

A quadrilha dos golpistas sabem deste favoritismo. E tanto sabem que em editorial de domingo último o estadão perguntou “se essa gente (que vota no Lula) não aprende” , antevendo a vitória do ex-sindicalista.

Ou seja, neste exato momento a máquina de destruição de reputações está sendo azeitada.

Vejamos, antes das eleições.

O serviçal Sérgio “Banestado” Moro tem como missão “lavajatense” inviabilizar a candidatura do mesmo. Acusando-o do que quer que seja, mesmo sem prova.

Falhando, o empregado da casa grande será posto no gelo. Ou no esgoto, se preferirem.

Aí a mídia, sabidamente golpista, cairá com todas as armas na pessoa do ex-presidente. A Globo colocará toda sua staff a trabalhar na desconstrução da imagem do Lula.

O STF, o legislativo, o judicário, o MPF e os delegados da PF irão bater, bater, bater até não poder mais!

Os torturadores de priscas eras se sentirão amadores diante de tanta crueldade.

O Estado colocará seu poder absoluto e exclusivo do uso da violência contra apenas um homem. Seu inimigo. Único inimigo.

E tome porrada! Será um massacre jamais visto!

Haverá mentiras, factoides, manipulações, armações. Aparecerão personagens jamais visto dispostos a caluniar e vilipendiar o ex-metalúrgico.

Lula aguentará? Temo que sim! E os outros? Temo que não!

Nós, que também o apoiamos, sofreremos com essa campanha de desgaste. Seremos ameaçados fisicamente. Seremos xingados, discriminados, excuídos e até demitidos.

E nos angustíaremos mais ainda sabendo que tudo isto poderia ter sido evitado, se Lula e Dilma tivessem a coragem e a iniciativa de democratizar os meios de comunicações, exterminando com o poder da Globo.

O trucidamento será em nome do quê? De um projeto democrático, social, econômico e político? Interessante!

Agora, caso não fale, em alto e em bom som, que irá democratizar a mídia tudo que disser serão palavras, nada mais que palavras!

Uma observação: creio que entrando na disputa presidencial este assunto (massacre midiático e institucional) já dever ter sido aventado. E muito bem conversado. Então, a decisão de disputar a presidência é de foro íntimo do Lula .

Depois das eleições.

Bem, digamos Lula venceu. E a mídia fracassou.

Porém o fracasso da Globo é tipo uma vitória de Pirro. Ela não deixará de causar estragos na sociedade. A explosão de ódio alcançará picos jamais vistos.

As campanhas de secessão por parte de paulistas, gaúchos, catarinenses, paranaenses se recrudescerão.

Os zumbis, que estão em estado letárgicos, serão chamados pela Globo a se manifestarem novamente.

Quantos pixulecos serão feitos? E o pato da FIESP?

Lula irá governar neste ambiente pré-guerra civil?

Lula é o Lula.

Agora, a probabilidade de termos outro congresso conservador, fundamentalisa, homofóbico, misógino, racista e fascista são enormes.

A câmara dos deputados, já com “expertise” em solapar o executivo, boicotará todas as propostas do futuro governo. Pauta bomba, faltando nas sessões, apelando ao STF, seja lá o que for, armas não faltarão!

Ah sim! O STF sozinho fez um estrago legal no governo da presidenta, lembram-se? E sem a presença do Alexandre de Moraes, o novo ministro.

Se recordam o que o moleque Aécio Neves fez? Inconformado com a derrota, a partir do primeiro dia, não deixou Dilma governar. O pulha destruiu a incipiente democracia brasileira.

Então a canalhada virá com a faca entre os dentes.

Aloysio Nunes, agora chanceler do traíra Temer, afirmou que queria ver a Dilma sangrar. Qual a praga que ele jogará em cima do Lula?

Bom, onde passa um boi, passa uma boiada, já diz o velho ditado.

Pra quem deu um impeachment fradulento, por que não dar outro, certo? Basta inventar o motivo.

Serão anos perversos!

O Brasil não exsitirá mais como nação. Serão os senhores e os neoescravos.

E Lula, por tudo que fez em prol da dmocracia, não merecia este fim que prevejo.

Em compensação, ele terá sempre o povo a seu lado.

A história um dia o resgatará.

É ser pessimista? Sim.

Quando se usa a razão ficamos pessimistas. Mas quando agimos ficamos otimistas.

Então vamos à luta!

STF anule o impeachment! Recoloque a Dilma em seu devido lugar!

Ela, e apenas ela, poderá salvar o que resta da democracia!

Só há um jeito de interromper as cafajestadas dos golpistas, a Dilma voltar.

temer golpistaPolíticos e Políticas, democratas em geral, os brasileiros desejam saber: o que vocês estão fazendo para derrubar do poder os bandidos que tomaram de assalto o Palácio do Planalto?

Que providências estão tomando para interromper o golpe?

A direita jogou bosta na esquerda e vocês não estão nem se limpando, por que?

De que maneira estão gastando o tempo e dinheiro do contribuinte?

Queremos saber. Temos esse direito.

Estão se reunindo e avaliando os desdobramentos do ato vil? Estão conversando sobre como tirar proveito do momento atual? Como reunir forças e voltar ao combate? Ou como catar os cacos e se refazer?

Ou melhor, estão discutindo aonde foi que erraram? Será que não politizamos, não conscientizamos a população?

Alguns de vocês podem até ter achado bom o golpe, não é mesmo? Afinal, agora serão oposição e oposição descompromissada.

E podem falar, esbravejar, gritar e se enfurecer contra o capitalismo. Como nos velhos tempos. E dizer: golpistas, canalhas com a boca cheia. E o povo bater palmas.

E mais, podem apresentar soluçãoes mirabolantes. Elas nunca serem implementadas mesmo. E, portanto, nunca serem cobrados, certo?

E quantas teses de mestrados, doutorados e livros não nascerão do mar de lama?

Alguns de vocês optaram por pensar apenas nas próprias carreiras e que se dane o resto, não é mesmo? É tempo de murici, que cada um cuide de si!

Ou no fundo de suas almas esquerdistas sentirem-se vingados. Não gostava da Dilma. Avisei, não quis ouvir. Agora que se dane. Sempre a achei incompetente, sargentona, gerentona e etc.

Gostaria de lembrar as esses parlamentares que esse pensamento mesquinho, egoísta e essa postura covarde de vocês não vai levar a lugar nenhum.

O Golpe com o passar do tempo será assimilado pelos nobres colegas.

Vai demorar, mas passa.

E demora porque o golpe foi no “papo 10”. Só no gogó. Na vigarice.

Quem de vocês já caiu no conto do vigário?

Esse forma de roubo dói mais. Nunca cicatriza. Deixa marcas profundas. No corpo e na alma. Mexe com a auto-estima. Destrói o amor próprio.

Qual desses chapéus cabem nas cabeça dos nobres é com vocês. E coisa do íntimo. De suas consciências.

O que é de nós, cidadão comum, é outra coisa.

Essa outra coisa é o que está acontecendo com o Brasil real.

Os golpistas, por serem réles patifes, estão retaliando no povo (povo = conjunto de indivíduos que constituem uma nação) a ousadia da escolha.

Os nazistas quando sofriam algum atentado reuniam a populaçao e fuzilavam a todos. Era a desforra. Exemplo.

A ideia dos nossos atuais nazistinhas, os canalhas golpistas, é a mesma, dar exemplo.

Tiraram a Dilma da presidência, querem a cabeça do Lula e a morte de outros.

E chibata no lombo do povo. Dizem, os canalhas: não escolheram os Petistas? Agora aguentem.

Nos humilham e nos sentenciam à miséria novamente.

Pedem e exigem sacrifícios. Sacrifícios pra beneficiar quem?

Sabemos a resposta.

Sem saúde. Sem escola. Sem empregos. Sem oportunidades. Sem proteção. Sem perspectivas de melhoras.

O povo, que confiou em vocês, está pagando por tê-los eleitos. Por acreditar num mundo melhor.

Crianças condenadas à desnutrição. Em 2000 morriam 300 por dia, segundo o JN.

Os que sobreviviam eram chamados de gabirus. Pigmeus, fracos e subnutridos.

Estamos voltando a este cenário.

E vocês parlamentares continuam discutindo politicamente. “ForaTemer”, “Diretas já”.

Não existe política, num estado de exceção.

Lula, Dilma é disso que estamos falando: pessoas pagando, alguns com a vida, por acreditar no projeto de governo, na coragem, na generosidade e na firmeza de vocês.

Se estão achando que isso é um jogo de xadrez, não é.

Diretas já? Por quê? Pra quê? Devolver o poder ao povo? E se a direita ou a ultra-direita ganhar? Isso é devolver o poder ao povo? Qual povo?

A direita golpista é o Usain Bolt, e a esquerda é um sujeito sem forças, com fome e as pernas amarradas. Disputem os cem metros rasos. Quem ganha?

Ou cortamos o golpe, ou o povo, digo novamente, que confiou em vocês, será punido pela ousadia de sonhar.

Volto a dizer: as pessoas vão voltar pra favela, pra palafita. Não terão a tratamento digno de saúde. A escola. A emprego.

É isso que querem? Ou também vão pedir sacrfícios à população igualzinho aos golpistas?

Não há solução fora da democracia. E a democracia foi estuprada e acorrentada. A constituição rasgada.

Se amam os brasileiros a única saída é a Dilma voltar.

Anular todos os atos dos golpistas.Prender os canalhas. Voltando ao cargo, ela que tome as providências que achar necessária para pacificar a nação.

Depois disso feito vamos discutir o futuro. Reforma política. Constituinte. Eleições. E etc…

Agora, se vocês, da esquerda, não têm coragem ou disposição para tanto não se metam a dirigir um país do tamanho e complexidade do Brasil. Sem invencionices, por favor!

Não façam, por favor, como os escravagistas que prometeram um mundo melhor aos seus escravos durante 400 anos.

Se não for para brigar por uma causa justa, deixe a gente morrer em paz. Sem ilusão. Não venham com “churumelas”.

 

Presidenta, volte a ocupar o planalto e não se preocupe com o congresso.

Dilma Rousseff

Presidenta Dilma Rousseff,

 

A senhora demonstra ser extremamente determinada e guerreira. Lutadora.

Sabe que está do lado da razão. Que um golpe de estado está em curso. Que a democracia incipiente de nossa país está ameaçada.

Acredito também que tem ciência que são bandidos, todos, os que conspiraram contra seu mandato.

Pois bem, ter o entendimento que são simples marginais e não políticos os que lhe tentam apear do poder é de suma importância para o que vou contar.

Tenha paciência.

Quatro personagens: eu, Antônio, José e o ladrão.

Um dia virando a esquina da rua de casa vi dois vizinhos, irmãos, amigos meus brigando com um cara. O sujeito estava no chão levando uma surra. José com uma arma na mão tentava disparar contra a cabeça do elemento. Felizmente o revólver negava fogo.

Corri e separei o entrevero. O que estava apanhando sangrava, eu o conhecia era um ladrãozinho de bairro. Escroto. Tão logo se viu livre, ficou olhando para os irmãos, subiu na moto e foi embora.

Então perguntei o que tinha acontecido. O Antônio falou: meu irmão evitou que esse cara batesse num colega dele. O sujeito não gostou e disse que iria pegar a arma e matá-lo.

Passado algum tempo o sujeito chegou de moto em casa e começou a gritar pelo nome do José.

Saí e fui perguntando o que ele queria. Só que a cada pergunta que fazia chegava mais perto. Quando percebeu o ardil eu já estava muito próximo. Ele sacou a arma, mas aí eu segurei o seu braço. Mesmo assim chegou a disparar, duas vezes. Tirei a arma do ladrão e a briga começou. José correu e começamos a dar uma surra nele. Foi quando você chegou.

Conversamos um pouco mais. Nos despedimos e cada um foi para o seu lado.

Bem, após duas semanas do ocorrido voltei a encontrar o Antônio.

E aí rapaz, como ficou a situação com o bandidinho?

Contou: naquele mesmo dia, ao anoitecer, fui devolver a arma do sujeito, lá no covil dele, um bar. Tinha uns quatro caras tomando cerveja. O ladrão tava lá. Me aproximei. Ficaram mudos. Coloquei a arma em cima da mesa, descarregada, claro. E disse que não queria encrenca. Que ele tinha o mundo dele e eu tinha o meu e etc. Fui embora.

E sabe de uma coisa? O ladrão virou meu “cachorrinho”. Cheio de querer fazer as coisas pra mim. Onde estou faz questão de me cumprimentar. Ficou grudento. Mas é assim mesmo, senão mostrar e medo os bichos afinam. Fim da história.

Exceto o ladrão todos sobreviveram ao evento.

 

Presidenta esse é um relato verdadeiro. Não é bravata literária, a lá Érico Veríssimo.

Para efeito de comparação: congresso = covil, golpistas=ladrão, Antônio= Dilma, arma=globo, mídia.

Bem, mas o que pretendo transmitir com o relato desse caso é o seguinte: a senhora é valorosa, destemida, corajosa e honesta. Os golpistas é que são os bandidos. O que está acontecendo é uma briga. A senhora irá vencer. Voltará à presidência (torço por isso e faço o que posso).

Não se preocupe com o congresso. Os parlamentares, por serem quem são, ficarão igual ao ladrão da história. Ou seja, mansinhos. Derrotados se retirarão do campo de batalha.

E, igual ao que contei, os golpistas, por apanharem com arma e tudo, estarão desmoralizados perante a opinião pública. O senado e a câmara ficarão “pianinho”.

A senhora, Dilma Rousseff, governará quase que de forma despótica, não que seja, com deputados e senadores dizendo amém.

E finalmente governará em paz, coisa que foi impossível até agora.

Quem está por trás da anulação do processo de impeachment é o gangster Eduardo Cunha.

não vai ter golpe já tem lutaQuem está por trás da anulação do processo de impeachment é o gangster Eduardo Cunha. Se houver alguma dúvida leiam o post anterior. E vejam as ameaças claras feitas a Temer e ao próprio STF. Parte dessas ameaças cumpriu-se hoje.

Isso foi uma amostra grátis do poder do Eduardo Cunha. Recado direto ao Temer, o breve, ao STF e à Globo. Ele manda no covil dos congressistas.

Cunha retirado do cargo de presidente voltou ao seu ambiente natural, o submundo da bandidagem. O lado escuro da força.

E é neste mundo que ele vem operando com a desenvoltura de um criminoso.

Continua ameaçando e chantageando.

Há briga interna na quadrilha.

É agora que Dilma tem que agir.

MPF e polícia em cima da bandidagem. Óbvio, com procuradores e delegados de sua confiança.

E falar, falar, falar. Fazer o que vem fazendo.

Atiçar os criminosos até a destruição final desses golpistas marginais. Que se devorem.

Não renuncie. E não saia do palácio do Planalto. Não entregue o governo aos marginais e inescrupulosos. O povo brasileiro não merece esse fim.

E assim que der, casse a concessão da GLOBO.

A Globo tem que acabar. Não há democracia com essa organização.

E os “trouxinhas”? Lamente apenas. Esses midiotas estão errados e acabou.

E o núcleo fascista? Desmoralize-os. Bata o pé que essa cachorrada sai com o rabo entre as pernas.

O importante é salvar a país, a democracia, o estado de direito.

A Folha de S. Paulo começou a mentir novamente.

E mente pra confundir a cabeça dos desavisados.

Na publicação de hoje afirmou que Waldir Maranhão (PP-MA) é aliado de Fávio Dino (PC do B), governador do Maranhão e aliado de Dilma. É mentira desse jornalão. O Waldir é aliado de Cunha, aliás unha e carne. Isso já foi até publicado. Imprensa estúpida. Jornalista sabujos.

O deputado está lá representando Cunha.

E o STF? Bem, quando o AGU pediu anulação da sessão eles falaram que eram “garantistas” e não iriam interferir nas coisas internas do legislativo. Vamos ver agora.

STF, nós iremos descobrir quais de vocês devem favores a Eduardo Cunha, e quais são esses favores. Aí então entenderemos muitas de suas decisões. Quanta decepção.

Em torno dos golpista só orbita a escória humana.

Não vai ter Golpe! Vai ter Luta.

 

O dia “G”, de golpe, está marcado para quarta-feira dia 11. Em 4 dias os golpistas explodirão o Brasil.

o Vice Presidente da Republica,Michel Temer recebe o vice primeiro Ministro da China,Wang Yang.

o Vice Presidente da Republica,Michel Temer recebe o vice primeiro Ministro da China,Wang Yang.

O dia “G”, de golpe, está marcado para quarta-feira dia 11. Faltam 4 dias.

O senado aprovará ou não o afastamento da presidenta Dilma.

A probabilidade é sim. Afinal estamos diante de golpe. Como o golpe é dado em cima da Dilma, pessoa, honesta. Que não cometeu os tais crimes de responsabilidades que lhe imputam. Resta apenas aos golpistas a retórica argumentativa. Tão estúpidas, que só poderia partir de estúpidos.

Bem, pela lógica apenas bandidos teriam a ideia de derrubar um governo legalmente eleito. E trabalhador.

E, pela mesma razão, deduzimos que quem apoia essa quadrilha de golpista são canalhas ou maldosos.

Principalmente se esses apoiadores forem parlamentares, pois eles sabem, mais do que ninguém, quem são exatamente e o que fizeram cada um desses golpistas. Sabe os podres e seus interesses escusos por trás da cara de pessoas ilibadas.

Em 4 dias quadrilha irá tomar conta do país. Em 4 dias o Brasil será explodido. Em 4 dias os trabalhadores terão seus direitos destruídos. Em 4 dias o país será novamente a piada do mundo. Em 4 dias veremos um país que não se pode levar à serio. Em 4 dias voltaremos à estaca zero.

A Dilma é uma guerreira. Tem que lutar até o final e além. Ela não pode entregar o Brasil a esses quadrilheiros.

Nós, o povo podemos tudo. Eles, os golpistas e traidores, rasgaram a constituição. Não há mais lei. Eles destruíram um projeto de país. A ruptura civil é o único caminho.

Resistir ao golpe é o dever de cada cidadão. Nos organizemos. No trabalho. Em casa. Nas vilas e bairros.

É tempo de luta. É tempo de sublevação. É tempo de dizer não ao Golpe.

Os brasileiros não podem aceitar mais essa usurpação. Temos que mostrar toda nossa indignação. Toda nossa raiva. Os golpistas bandidos só entendem a linguagem da violência. Peia neles. Cadeia nesses fascistas odiosos.

Não ao golpe! Sim à luta!

Eduardo Cunha afirmou “só saio em fevereiro de 2017”.

eduardo cunhaO gangster do Eduardo Cunha afirmou “só saio em fevereiro de 2017”.

O relator do processo , José Carlos Araújo (PR-BA), segundo o Cunha é um ladrão. Quando adolescente roubava toca-fitas. Então não tem condições de julgá-lo e pedirá a anulação da sessão que pode cassá-lo.

Esse é o Cunha! Ídolo de um bando de tolos. Guru dos bandidos, corruptos e tresloucados .

O cara é um canalha com pós-doutorado.

A desfaçatez é tão grande que o bandido Cunha não se envergonha de usar os mesmos argumentos que os defensores de Dilma bradavam. O Cunha não pode presidir o processo de impeachment da presidenta, ele é corrupto, vamos anular a sessão.

Vale lembrar Cunha, os construtores do Titanic disseram que nem Deus conseguiria afundar o navio.

Hitler profetizou mil anos para o terceiro reich.

E o no que deu?

Você sairá preso. Nem o covil do congresso terá como impedir. Se não for pelas mãos da justiça, será pela força do povo.