Povo da Venezuela, Temer, o traidor, não tem moral nenhuma para censurá-los.

Povo Venezuelano, não leve em consideração o que este governo golpista brasileiro diz ou pensa sobre vocês. Não reconheceram a eleição para uma assembleia constituinte? Não faz mal, nossa CF é estuprada diuturnamente pelos golpistas. Não vale à pena a perda de uma noite de sono. O Brasil está a deriva. Sem rumo ou objetivo. O governo usurpador não é um governo nos moldes democráticos. Sem legitimidades eles se autoproclamam governo por, digamos, uma licença poética, pois na verdade o que temos aqui é um bando de criminosos dando ordens.

Muitos de nós não reconhecemos estes esbulhadores. Lutamos para restituir a democracia. A horda que se apropriou do poder é composta por seres abjetos. Não passam de uns vendidos, entreguistas, hipócritas, baba-ovos dos EUA. Então, quando a canalha os crítica recebam como um elogio.

Vejam se Temer e asseclas têm moral.

No Brasil recentemente sofremos um golpe de estado. Daqueles de arruinar a crença no ser humano. Tiraram uma presidenta honesta e colocaram um ladrão, um traidor. E sem o uso de armas, foi só “cós-cós-cós”. É difícil explicar. Mas foi isso que aconteceu. Agora somos “governados” por uma quadrilha de corruptos. Não há dia que não surja denúncias de bandidagens. O MIchel Temer, vice-presidente da república, traiu de forma vil a Dilma. Aquelas de dizer “até tu, Brutus”. O cara é inescrupuloso, se acha acima do bem e do mal, mas ele se esquece que ser bandido é uma coisa, ser traidor é outra totalmente diferente.

Ninguém gosta de traidores, admitem sua presença e seus maus hálitos até que completem o serviço sujo, depois… bem, a história conta o triste fim que tiveram os enganadores.

Se não sabem, aqui o golpe foi dado por uma súcia de vigaristas. Da pior espécie. E sabemos, cair no 171 é humilhante por si só. Mas não contentes em depor o governo legitimamente eleito, em retirar direitos, em acabar com a indústria nacional, em entregar nossas riquezas, em exterminar conquistas sociais eles nos esculacham.

O presidente traidor corrompe parlamentares na cara dura. Oferece banquetes na sede do governo. Segundo a imprensa, o traidor empenhou 17 bilhões de reais na compra de deputados para que votem contra a autorização da câmara para que o STF o processe por corrupção e diz que quem ganha com isso é o Brasil, tem cabimento?

Recebe criminosos na calada da noite. Faz conluiu com ministro do STF. Emplacou um seu ex-ministro da justiça no Supremo Tribunal Federal. Elevou um denunciado à condição de ministro de estado só para que este escapasse das garras da Lava Jato. E se dirige à mídia dizendo que nós compreendemos a situação, que da próxima vez irá trazer um puxador de aplausos e que a economia vai bem. É um desavergonhado.

Aqui no Brasil dizemos o seguinte: imagine se a Dilma fizesse isso, para contrapor o comportamento da população frente a esses descalabros e o que aconteceria se a mesma atitude tivesse partido do governo deposto, seria um Deus nos acuda.

Em 2015 o senador Aécio Neves, então presidente do PSDB, promoveu uma caravana para visitar a Venezuela. Conforme o mesmo o objetivo era denunciar as atrocidades cometidas pelo governo contra Leopoldo Lopez, líder da oposição ao presidente Maduro. E reclamou que foi hostilizado. Olhem só a qualidade moral dessa turma. Aécio Neves, Aloysio Nunes, Agripino Maia e Cássio Cunha Lima são acusados de corrupção. Aécio é o maior deles, gangster convicto foi pego em gravações falando sobre matar quem o delatasse e exigindo dinheiro do dono do maior frigorífico do Brasil, a JBS. Inconformado com a derrota sabotou Dilma Rousseff desde o primeiro dia. E voltaram cantando de galo, falando mal das autoridades venezuelanas. Chamá-los de cretinos, imbecis é pouco. Bandidos golpistas conspurcaram o solo de Simon Bolívar.

Os golpistas daqui trabalharam para que a Venezuela não assumisse a presidência do MERCOSUL. E conseguiram. Crápulas.

Então, povo da Venezuela, façam ouvidos de mercador. Não adianta esquentar a cabeça com gente de moral tão pequena. Sigam lutando. O Temer é seu inimigo. Se entregarem os pontos o resultado será muito pior.

Anúncios